Em 1937, o presidente Getúlio Vargas criou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que luta para preservar o acervo material e imaterial de nosso país. Atualmente, já são mais de 16 mil edifícios, 50 centros urbanos e 5 mil sítios arqueológicos reconhecidos pelo IPHAN apenas aqui no Brasil.

O primeiro diretor do instituto foi Rodrigo Melo Franco, que permaneceu no cargo de 1937 a 1967, tendo também destaque no jornalismo e no direito. Ele nasceu em Belo Horizonte (MG) no dia 17 de agosto de 1898, e seu aniversário acabou se tornando o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, devido aos seus esforços pela preservação de nossa cultura.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) reconhece 14 sítios de Patrimônio Cultural Mundial aqui no Brasil. Confira a lista e o ano em que foram tombados pela entidade:

1. Cidade histórica de Ouro Preto (MG) – 1980

2. Centro histórico de Olinda (PE) – 1982

3. Ruínas de São Miguel das Missões (RS) – 1983

4. Centro histórico de Salvador (BA) – 1985

5. Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas do Campo (MG) – 1985

6. Plano Piloto de Brasília (DF) – 1987

7. Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato (PI) – 1991

8. Centro histórico de São Luís (MA) – 1997

9. Centro histórico de Diamantina (MG) – 1999

10. Centro histórico de Goiás (GO) – 2001

11. Praça de São Francisco, em São Cristóvão (SE) – 2010

12. Rio de Janeiro, paisagens cariocas entre a montanha e o mar (RJ) – 2012

13. Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte (MG) – 2016

14. Sítio arqueológico Cais do Valongo, no Rio de Janeiro (RJ) – 2017

***

Além destes, é importante saber que o país também tem seis Patrimônios Naturais Mundiais, como a Mata Atlântica e o Parque Nacional do Iguaçu, mas isso é tema para outra lista!