Se você é casado, noivo ou está em um relacionamento sério, certamente entende o problema que é perder a aliança ou o anel que marca algum momento importante ou a própria relação, certo? Pois, uma mulher chamada Mary Grams, de Alberta, no Canadá, estava arrancando umas pragas na horta que existe na fazenda onde mora com a família quando descobriu que tinha perdido seu precioso anel de noivado.

Achados e perdidos

Segundo Andrea Ross, do site CBC News, isso aconteceu em 2004 e, na época, Mary pensou rápido e colocou outro anel no dedo para que seu marido — com quem já estava havia 51 anos! — não percebesse o descuido. Então, após procurar e procurar, a canadense acabou se conformando com a ideia de que nunca mais veria a joia. Pois, não é que, 13 anos depois, a nora de Mary estava remexendo na horta quando puxou uma cenoura e... Veja a seguir:

Olha quem apareceu! (660 News/The Canadian Press)

Olha o anel de noivado ali, preso na cenoura! Quem “desenterrou” a joia foi Coleen Daley, que hoje é casada com o filho de Mary. Sua primeira reação foi mostrar o achado para o rapaz (e clicar a foto que você viu acima, claro!) — e ele imediatamente reconheceu a peça como sendo o famoso anel de noivado que sua mãe havia perdido tantos anos atrás.

Infelizmente, o marido de Mary faleceu há cinco anos, portanto ela não teve a oportunidade de contar a curiosa anedota a ele. No entanto, a canadense descobriu que o anel ainda serve e disse que pretende voltar a usá-lo como antes — e, se possível, mantê-lo seguro em seu dedo!