1. Castelo de Lichtenstein, Alemanha

Este castelo, no sudoeste da Alemanha, está situado no topo de um penhasco e combina, como nenhum outro, a atmosfera mágica dos contos de fada e os perigos das grandes construções da humanidade. Ele foi erguido no século 19 sob os escombros de uma antigo castelo, destruído no final do século 14 e, atualmente, está aberto à visitação. Em seu interior, os turistas podem conferir uma coleção incrível de armaduras e outros itens históricos.

castelo

2. Aldeia Korowai, na Indonésia

Para os aldeões da etnia Korowai, viver na copa das árvores é uma questão de sobrevivência e status. À princípio, eles constroem suas casas até 30 metros acima do chão para escapar das inundações que acontecem na região; mas este não é o único motivo. Segundo uma tradição local, quanto mais alta for a casa, maior é o status da família que nela habita.

aldeia

3. Kalapana, no Havaí

Em 1986, a erupção de um vulcão transformou um paraíso chamado Kalapana, no Havaí, em uma verdadeira cidade fantasma. No entanto, mesmo após ser devastada e ter as suas principais vias de acesso bloqueadas, em 2010, ainda restavam 35 residências na localidade.

kalapana

4. Solvay Hut, na Suíça

Já pensou em acordar e avistar da janela do seu dormitório uma montanha nevada? É isto o que se vê desta pequena cabana, situada 1,5 mil metros abaixo do cume do Matterhorn, um dos picos mais altos do Velho Continente. Conhecida como "Solvay Hut", a construção é um refúgio de emergência para alpinistas que encaram os quase 4 mil metros deste que é um dos cartões-postais dos Alpes Suíços.

Solvay Hut

5. Castellfollit de la Roca, na Espanha

Situado na região espanhola da Catalunha, este vilarejo de quase mil habitantes foi construído no alto de um penhasco de origem basáltica — ou seja, decorrente de atividade vulcânica — a uma altura de 50 metros. O visual impressionante da localidade a fez ser representada inúmeras vezes em pinturas e fotografias. 

Castellfollit de la Roca

6. Templo Hanging, na China

Conta-se que esta construção do ano 491, encravada na encosta de uma montanha, foi erguida ali como forma de se resguardar da ação da chuva, neve e do sol. O equilíbrio da edificação, que fica 75 metros acima do chão, é assegurado por largas vigas de carvalho instaladas em buracos abertos na parede do desfiladeiro.

Templo Hanging

7. Mosteiros de Meteora, na Grécia

Há 600 anos, um monge oriundo do Monte Atos — península pertencente ao território grego — fundou o primeiro de 26 mosteiros encravados no alto dos penhascos íngremes da região de Tessália, no nordeste da Grécia. Este retiro ortodoxo passou a ser conhecido como "meteoros", que, no idioma local, significa "suspenso no ar". Na época da sua construção, a única maneira de acessá-los era escalando — o que indicava fé em Deus e esforço na busca por retidão.

Mosteiros de Meteora