Com pouca tradição aqui no Brasil, principalmente por falta do elemento principal – a neve –, os Jogos Olímpicos de Inverno serão iniciados nesta sexta-feira (9), em PyeongChang, na Coreia do Sul. Mesmo assim, nossa delegação terá 9 atletas que competirão na patinação artística, no bobsled (o trenó), no esqui alpino, no esqui cross-country e no snowboard.

A 23ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno também terá a primeira participação de 6 países: Equador, Eritreia, Kosovo, Malásia, Nigéria e Cingapura. Além desses novatos, 4 novos esportes farão parte da competição. Conheça-os:

1. Megarrampa de snowboard

A competição é semelhante ao salto com esqui, no qual o atleta desliza por uma rampa gigante, dá um salto que o faz voar e precisa aterrissar em segurança. A gente conhece algo semelhante através das megarrampas de skate ou bicicletas. Nos Jogos Olímpicos deste ano, os atletas de snowboard darão o salto, sendo julgados por dificuldade, execução, amplitude e pouso.

snowboard

2. Patinação de velocidade com largada em grupo

A patinação de velocidade é um esporte olímpico desde 1992, mas, para 2018, estreará a modalidade que traz até 24 atletas diferentes correndo ao mesmo tempo, sendo que eles precisam dar 16 voltas no circuito de 400 metros. Haja fôlego!

esqui

3. Esqui alpino de equipe

O esqui alpino está nas Olimpíadas desde 1936. O básico do esporte é descer uma montanha e contornar as bandeirinhas no menor tempo possível. Para o evento de 2018, estreará a modalidade em equipe, que contará com times mistos no qual o somatório dos tempos definirá o país campeão.

esqui alpino

4. Curling em dupla mista

A gente conhece esse esporte aqui no Brasil como “o jogo da chaleira” ou “jogo da vassoura”, no qual um atleta joga uma pesada pedra enquanto os outros ficam “varrendo” o gelo para fazê-la chegar ao lugar apropriado. A diferença para 2018 será a competição em duplas mistas.

curling