Hoje, oficialmente, começa o outono, a época favorita de quem não gosta tanto do calor, mas também nunca se acostuma com o frio rigoroso. Os próximos meses serão para tirar aquele casaquinho do fundo do armário e se preparar para o inverno. Mas, afinal, por que a estação se chama assim?

Para descobrir, precisamos voltar alguns séculos, para a época dos romanos. Naquele tempo, o ano era dividido em apenas duas estações: o período mais longo era ver ou veris, com origem no termo em latim vernum, que significa tempo primaveril, e atualmente engloba nossa primavera, nosso verão e nosso outono; depois dele existia um período mais curto e de clima ruim, hiems ou hibernus tempus, ou seja, o nosso inverno.

Juntar tantos meses em um só período não dava muito certo, como você já pode imaginar. Por isso, começaram a dividir essa grande estação em duas menores. Primo ver era o “primeiro verão”, o início do que seria o tempo bom — posteriormente, acabou se tornando a primavera. Deveranum tempus ou veranum tempus era o período de maior calor, posteriormente chamado de verão.

sandy e junior

Tchau, veranum!

Ainda assim, o veranum tempus era muito longo, por isso o seu final começou a ser chamado de aestivum, que deu origem ao termo estio. Com a divisão do hiems em duas subestações, o tempus autumns seria o prelúdio do inverno e hibernus tempus seria o inverno em si.

Autumns, como você pode imaginar, deu origem ao nosso outono. Na etimologia da palavra em latim, trata-se de uma derivação de auctus, que significa aumento/crescimento, que por sua ver se derivou de augere, ou seja, acrescentar/fortalecer.

Assim, até o século XVI, existiam cinco estações: primavera, verão, estio, outono e inverno, com durações diferentes. A partir do século XVII, a coisa mudou um pouco; o verão foi unido ao estio e foi definida uma nova divisão mais igualitária do ano, em quatro estações. O início de cada período seria determinado pelos equinócios e pelos solstícios.

sandy e junior

Por poucos séculos, Sandy e Junior não tiveram que incluir uma quinta estação em seu álbum

Equinócio provém do termo em latim aequinoctium, ou seja, aequi (igual) e noctium (noite). Ele acontece quando o Sol está alinhado ao equador celeste, fazendo com que dia e noite tenham exatamente a mesma duração. O equinócio de outono é um período levemente variável e acontece entre 20 e 21 de março no Hemisfério Sul. Já o equinócio de primavera ocorre por aqui por volta de 23 de setembro.

Enquanto isso, o solstício é o momento em que o Sol está mais distante do equador celeste. No Hemisfério Norte, isso acontece em 21 de junho, dando início ao verão por lá, enquanto no Hemisfério Sul se inicia o inverno. Essa distância também é máxima em 21 de dezembro, invertendo as estações entre os hemisférios.