A Terra é cheia de componentes, elementos e gases com as mais variadas composições. Entre os pontos que variam muito entre esses elementos estão seu peso e sua densidade, de maneira que cada um possa cumprir diferentes funções. Por exemplo, o gás hélio, comumente utilizado para encher bexigas, é seis vezes mais leve do que o ar que respiramos, por isso elas sobem, em vez de ir ao chão.

Mas outro gás foi descoberto recentemente pelo maravilhoso mundo da internet: o hexafluoreto de enxofre. Ele é seis vezes mais pesado do que o oxigênio, de forma que seus efeitos também são diferentes. Aquela brincadeira com a voz, por exemplo, quando feita com o SF6, torna o timbre mais grave — o oposto do que acontece com o hélio.

Muita calma nessa hora

Outra propriedade do hexafluoreto de enxofre — a que o tornou famoso  é o fato de seu peso fazer com que ele tenha a capacidade de apagar fogo.

Acontece assim: SF6 é tão pesado que pode ser contido facilmente em um recipiente e "derramado", como se fosse líquido mesmo. Se for jogado onde há fogo, ele dispersa o oxigênio que está ali — e que é necessário para a combustão — e ocupa seu lugar, o que apaga a fogo.

Não à toa, o principal uso dessa forma gasosa é justamente para evitar incêndios. O grande problema, no entanto, é que, por mais divertidos e interessantes que sejam seus efeitos, o hexafluoreto de enxofre é também extremamente poluente: seu potencial de aquecimento global é 22,8 mil vezes mais alto do que o do dióxido de carbono. Isso significa que 1 único quilograma de SF6 polui da mesma forma que 22,8 toneladas de gás carbônico.

Para efeito de comparação, um carro comum emite cerca de 4,6 toneladas de CO2 anualmente para o meio ambiente. Uma brincadeira feita para apagar velas como esta do GIF acima utiliza cerca de 30 litros de SF6 — cerca 200 gramas. Por menor que pareça essa quantidade, ela equivale a 4,4 toneladas de CO2 — isso mesmo, quase o que um carro gasta em 1 ano.

Até porque a própria indústria já faz seu papel de expelir o hexafluoreto sozinha: segundo estimativas da publicação Gasworld, que avalia os índices de poluição do ar, desde 2002 foram liberadas 600 toneladas métricas de SF6 na atmosfera. E, sim, isso é muito: o equivalente a mais de 3,1 milhões de carros vagando por 1 ano inteiro.

E ser mais denso e mais pesado do que o oxigênio não significa que ele não chegue à camada de ozônio. Pelo contrário, o SF6 pode ficar até 3,2 mil anos vagando pela atmosfera.

Em outras palavras, uma simples brincadeirinha para apagar velas pode custar muito caro para o meio ambiente.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!