Daquelas notícias que podem parecer piada, mas não são. Um agente de trânsito do Uruguai está sendo investigado por uso de documento oficial para fins não autorizados. O fim: aplicar uma multa a uma motorista por “excesso de beleza em vias públicas”. Não, você não leu errado.

No último dia 25 de maio, na cidade uruguaia de Paysandú, esse agente (que não teve o nome revelado) pediu que a motorista parasse o carro e começou a escrever algo em seu talão. A surpresa da mulher ao volante foi descobrir que sua infração teria sido: “imprudência ao dirigir (excesso de beleza em vias públicas)”.

 Imagem: ABC Sociedad

Como se não bastasse a alegação, fora de qualquer manual de trânsito, o guarda usou o campo de observações para escrever “eu te amo”. Provavelmente ele não tinha noção do que estava por vir, mas seu “bilhetinho” foi postado nas redes sociais e viralizou rapidamente, chegando ao conhecimento de seus superiores que, então, iniciaram a investigação sobre o ocorrido.

Nem é preciso dizer que a postagem gerou as mais diversas reações entre os usuários das redes sociais. Enquanto alguns elogiavam a criatividade do rapaz no que teria sido apenas uma cantada, outros entenderam a situação toda como abuso de poder e assédio. Algumas pessoas ainda deram para ele um apelido fofo: agente de trânsito apaixonado.

Bem menos fofa foi a reação dos superiores do guarda, que rapidamente iniciaram o processo alegando uso de documento oficial para propósitos não autorizados. Caso seja considerado culpado, sua pena pode variar de suspensão temporária à expulsão da polícia de trânsito.