“Pare o mundo que eu quero descer” pode ser apenas uma força de expressão, mas em 2025 isso poderá ser possível para uma parte da população sem precisar ser astronauta. A novidade vem da Gateway Foundation, que está construindo um hotel espacial baseado nos conceitos do cientista Wernher von Braun.

O primeiro hotel espacial terá gravidade, quartos luxuosos, bares, locais aconchegantes e uma cozinha completa, como todo bom hotel de qualidade. A ideia da Gateway Foundation é que o hotel seja visitado por cerca de 100 turistas por semana a partir de 2025. Bastante otimistas, não?

(Fonte: Gateway Foundation/Divulgação)

O design do local será bem chamativo, parecendo uma roda gigante e com a capacidade para cerca de 450 pessoas. Além disso, o hotel terá também variação de gravidade: quanto mais perto do centro da construção você estiver, mais leve irá começar a se sentir.

Construção do hotel

A fundação irá usar drones e robôs quando estiver em órbita para construir todo o hotel, além de também utilizar o GSAL, que são máquinas de construção espacial desenvolvidas pela Orbital Construction. A estação espacial hoteleira terá 190 metros de diâmetro e ficará girando o tempo todo para gerar atração gravitacional. Além disso, possuirá 24 módulos individuais com as instalações para dormir e para a equipe, que ficarão a redor de três decks.

(Fonte: Gateway Foundation/Divulgação)

Seu design curioso foi todo pensado pelo cientista Wernher von Braun e, por isso, o local será batizado com o seu nome. Com a possibilidade atual de imprimir peças em 3D, o projeto do engenheiro alemão é muito mais viável hoje do que há 60 anos, quando a ideia foi descrita por ele.

Ainda não sabemos exatamente quanto custará uma diária neste “hotelzinho”, mas definitivamente seria um ótimo passeio para quem puder custear este luxo!