Um veterano da Força Aérea Real (RAF) britânica resolveu comemorar os 100 anos de idade de uma maneira diferente: no início de abril, o capitão Tom Moore lançou uma campanha de arrecadação de fundos para o Serviço Nacional de Saúde inglês (NHS) ao dar 100 voltas caminhando em seu jardim para marcar o seu centenário.

O capitão da RAF estipulou como meta arrecadar mil libras no site JustGiving, uma plataforma de levantamento de fundos via doações, para ajudar profissionais de saúde durante a pandemia pelo novo coronavírus. O objetivo foi atingido em menos de 24h, e Moore resolveu estender o desafio por mais 200 voltas.

No dia de seu aniversário, na última quinta-feira (30), o ex-oficial britânico já conseguiu arrecadar mais de 32 milhões de libras com a contribuição de 1,5 milhão de pessoas, entre elas, figuras famosas, como membros da família real.

Carreira militar e filantrópica

(Fonte: JustGiving/Reprodução)(Fonte: JustGiving/Reprodução)

O ex-oficial britânico é conhecido pelo seu trabalho filantrópico e possui duas marcas registradas pelo Livro Mundial dos Recordes. Uma delas faz referência à pessoa que arrecadou a maior quantia em dinheiro em uma caminhada individual de caridade.

O militar foi alistado no 8o Regimento do Duque de Wellington, responsável pelo 145o Regimento Real de Armaduras, que serviu durante a Segunda Guerra Mundial no norte da África, Tunísia e Itália. Depois, Moore foi enviado para a Índia e também serviu na Birmânia após a rendição japonesa.

Com o fim da guerra, Moore trabalhou como diretor administrativo de uma empresa de concreto e se tornou um ávido piloto de motos.

Homenagem ao centenário

Como homenagem ao aniversário de 100 anos de Tom Moore, o colégio militar para jovens soldados concedeu ao militar da reserva a promoção ao posto de Coronel honorário, nomeação que foi aprovada pela Rainha Elizabeth II. Além disso, o correio britânico criou um selo especial para marcar o centenário do veterano.

Dezenas de milhares de apoiadores enviaram cartões de aniversário ao capitão, que também recebeu os parabéns de pessoas influentes no mundo, como o secretário-geral das Nações Unidas (ONU) Antonio Gutierrez.

Moore também recebeu homenagens no Twitter de empresas inglesas, pessoas comuns, profissionais de saúde e até de pilotos da Fórmula 1.