Fonte: Thinkstock

Encontrar uma mulher que nunca brigou com o parceiro por causa de relações anteriores ou porque o namorado achou que ela gastou demais na visita ao shopping não é tarefa fácil. Existem certos assuntos que, quando discutidos pelo casal, só trazem prejuízo à relação amorosa, sendo que poderiam ser facilmente evitados.

Se elas não gostam de ouvir que estão mais gordinhas, que o parceiro acha a Angelina Jolie linda e que de vez em quando a ex dele ainda manda mensagens pelo Facebook, a recíproca também é verdadeira. Para eles, assuntos como o desempenho sexual, o número de caras com quem você já transou e como ele ganha pouco podem deixar a relação desgastada, podendo até levar o romance ao fim.

A má notícia é que não há muitas maneiras de escapar da discussão. Segundo a diretora de marketing do site ParPerfeito, Clarissa Assumpção, mais cedo ou mais tarde o parceiro vai querer saber essas informações. O jeito é ele se preparar para ouvir a verdade e, ela, para uma possível reação negativa à resposta.

Porém, com o tempo, a tendência é que a intimidade aumente e se torne mais fácil discutir esses assuntos. Para a psicóloga Dinalva Cunha, alguns temas que no início são difíceis de abordar tornam-se gradualmente mais fáceis e menos comprometedores.

Ainda sim, sempre existem revelações que podem abalar a rotina do casal. Com base em sua experiência, Clarissa afirma que os relacionamentos anteriores sempre tendem a gerar discussões. “Os homens sempre querem ter a sensação de que foram os únicos e os melhores parceiros, tanto no sexo quanto em outras áreas”, explica ela.

Omitir é a solução?

Fonte: Thinkstock

Em um relacionamento, nenhuma das partes precisa fazer um relatório completo de tudo o que fez durante o dia, como argumenta Dinalva. “Apesar de serem parceiros, eles podem continuar mantendo sua individualidade”.

Porém, quando o assunto pode gerar polêmica na relação, a omissão nem sempre é um bom caminho. A diretora de marketing do site ParPerfeito ressalta que, para o namoro ser duradouro, é preciso ser transparente. Para ela, na hora de investir em um relacionamento é necessário ter em mente que o pretendente inclui um “pacote” com o qual a namorada terá que aprender a lidar, como a sogra chata ou o salário baixo dele, por exemplo.

Vale ressaltar, no entanto, que não é preciso colocar todas as cartas na mesa logo no começo da relação. “À medida que a confiança no parceiro aumenta, você se sente mais segura para revelar suas histórias e suas experiências do passado. Mas essa confiança é conquistada aos poucos com a convivência e com o conhecimento sobre o outro. Não há necessidade de apresentar toda a sua trajetória de imediato, nem mesmo aquilo que você preferir resguardar só para você. Porém, a transparência é um indicador de que os parceiros podem aceitar o outro em sua plenitude”, explica a psicóloga Dinalva.

Para evitar que a sua relação amorosa chegue ao fim por causa de assuntos polêmicos, confira os desgastes que você pode evitar na hora da relação a dois, por mais difícil que pareça.

Não diga que o sexo está ruim

Fonte: Thinkstock

Em um relacionamento duradouro, é comum surgirem alguns problemas entre os lençóis: preliminares que são muito lentas ou rápidas demais, a falta de sincronia ou a insegurança na hora de agradar ao parceiro são dificuldades que podem acontecer com qualquer casal. Mas, na hora de conversar sobre os problemas na cama, é preciso ter cuidado.

Para os homens, o desempenho sexual é assunto sério. Assim, você não deve falar abertamente que não gosta de certas atitudes dele na cama ou falar que não gosta de alguma parte do corpo dele (principalmente o pênis), pois isso pode deixá-lo arrasado, piorando ainda mais a situação.

Nesse caso, o melhor é demonstrar com carinho o que você gostaria que ele fizesse ou mesmo sugerir novas posições para que os dois possam se satisfazer na cama.

Não fale que a carreira dele vai mal

O seu namorado pode não ter o emprego ou o chefe dos sonhos e o salário também talvez esteja deixando a desejar. Mas você não deve deixar explícito o possível fracasso profissional, principalmente se a sua carreira vai bem, pois muitos homens ainda se consideram provedores. Assim, ao enxergar que eles podem estar falhando nesse papel, o desgaste na relação é inevitável.

Em vez de apostar nos comentários depreciativos, dê conselhos que possam aprimorar o currículo do parceiro, mostre a ele oportunidades melhores de emprego e ressalte as qualidades dele enquanto profissional.

Evite comparações

Fonte: Thinkstock

O melhor amigo do seu namorado pode ser mais educado, o primo dele pode ter uma vida mais saudável ou ele ainda pode ter um colega de trabalho mais esforçado. Apesar de estar rodeada por homens com características que você admira (e que o seu amado não tem), nunca faça comparações, principalmente em frente a outras pessoas. Isso porque a tendência é que o parceiro se sinta inferiorizado e desvalorizado, desgastando o relacionamento.

Assim, quando notar que algum dos amigos deles possui algo que lhe agrada, faça uma anotação mental ou, se a vontade de compartilhar for muito grande, conte para suas amigas. Mas evite uma possível discussão por uma observação que, muitas vezes, é até fútil.

Deixe o ex no passado

Algumas mulheres costumam guardar roupas e acessórios que adoram e ganharam de ex-namorados, ou mesmo continuam a manter amizade com antigos amores. Para o parceiro atual, no entanto, nem sempre é fácil entender por que você gosta tanto da corrente que ganhou do outro ou por que ainda continua a falar com ele.

Para Clarissa, do site ParPerfeito, essa relação amistosa com o ex é complicada. Para evitar desgastes, ela sugere manter uma amizade com distanciamento, respeitando o parceiro atual, que foi com quem você escolheu ficar. A psicóloga Dinalva concorda com essa opinião. “O foco deve ser o relacionamento atual; é preciso tentar deixar claro o posicionamento de cada um diante de certas situações”, afirma ela.

Assim, evite discussões: não fale que você está usando um presente que o ex deu, e comparações também devem ficar de fora das conversas.

O tema só fica mais delicado quando o ex tenta continuamente reatar. Nesse caso, fuja das investidas do outro sempre que possível, e se ele começar a ameaçar o namoro atual, é hora de abrir o jogo. Explique ao parceiro o que está acontecendo, mas deixe claro que ele não tem motivos para se preocupar.

Evite críticas à aparência

Fonte: Thinkstock

Poucas mulheres admitem ouvir que as gordurinhas estão sobrando ou que aquele vestido de estimação não cai tão bem quanto elas imaginavam. Para os homens, não é diferente. Por isso, em vez de falar abertamente que ele engordou ou que você gostaria que ele tivesse mais músculos, coloque-se no lugar dele e pense como esse comentário pode afetar a autoestima do parceiro.

Em vez disso, convide-o para uma aula experimental na academia ou, se você acha que ele podia se vestir melhor, sugira algumas compras quando estiverem por perto de uma loja.

Não revele seu número de parceiros

É comum que alguns homens, mais cedo ou mais tarde, perguntem com quantos parceiros elas já estiveram na cama. Em geral, a expectativa é que elas respondam um número bem baixo e poucos estão preparados para receber como resposta uma quantidade alta de companheiros.

Assim, o melhor é evitar esse tipo de perguntas. Procure desviar o assunto, dizendo que o passado não importa e que o seu relacionamento atual é o que conta. Mas se ele insistir, você pode arriscar contar a verdade – mas esteja preparada para uma possível reação negativa.

Não critique a família dele

Fonte: Thinkstock

Por mais complicada que seja a sua sogra, falar ao seu namorado o que você realmente sente por ela não é o melhor caminho. Afinal, ela é a mãe dele e dificilmente vai aceitar críticas. Assim, a sinceridade pode acarretar mágoa e desconfiança, que podem comprometer o relacionamento.

Por isso, se você não gosta de algum dos familiares ou amigos bem próximos do seu amado, guarde esse desafeto para você. Sinceridade em excesso nem sempre é positiva para uma relação a dois.

Não conte quanto custou a tarde de compras

Homens costumam ficar curiosos quando veem as namoradas chegarem cheias de sacola. Porém, quando o namorado perguntar quanto custou a tarde de compras, desconverse. Isso porque a probabilidade de ele achar cada item caro e desnecessário é alta, o que vai deixar você aborrecida.

Se preferir, você também pode omitir o valor, falando um número mais baixo. Porém, se houver a possibilidade de ele querer comprar um item igual para a mãe ou a irmã, diga o preço verdadeiro.

A mesma dica vale para o salário. Evite revelar ao namorado quanto você ganha, pois a informação pode gerar reações inesperadas. Enquanto alguns parceiros se sentem inferiorizados por saber que a namorada ganha mais, outros passam a se sentir na obrigação de pagar a maior parte da conta quando sabem que a parceira ganha menos.

Assim, deixe para revelar a sua renda na hora em que a relação evoluir e vocês decidirem casar ou morar juntos.

Evite falar sobre planos para o futuro

Fonte: Thinkstock

Após alguns meses de namoro, você já pode ter escolhido quantos filhos quer ter, o nome de cada um e como será a decoração do casamento. Porém, transformar isso em assunto recorrente nas conversas com o namorado pode assustar o rapaz e afastá-lo de você.

Não é proibido planejar, mas é melhor ter certeza de que alguns planos do tipo também passam pela cabeça dele antes de compartilhar os seus.

Traí, e agora?

Se você traiu o parceiro, nem sempre confessar o deslize é a melhor opção. Aquelas que passaram por essa situação e pretendem desmanchar o namoro logo devem omitir o erro, para não causar um ressentimento a mais em uma pessoa que futuramente nem fará parte da sua vida. Clarissa, do site ParPerfeito, ressalta que a traição já é um indício de que o relacionamento não vai bem. Assim, talvez o melhor realmente seja terminar.

Porém, se você quer continuar com ele, o jeito é fazer um exame de consciência. Quando a culpa domina os pensamentos, o melhor é contar a verdade e assumir o risco de talvez ficar solteira. “O assunto traição é bastante delicado. Quando ela acontece, o contrato afetivo entre os parceiros é rompido. E, sendo assim, deixa uma marca no relacionamento, mesmo que a vítima não tenha conhecimento do fato, pois vai repercutir na intimidade do casal”, explica a psicóloga Dinalva.

Mas para aquelas que estão com a consciência tranquila e querem continuar o namoro, o melhor é omitir o fato – até mesmo porque com a sua confissão ele pode criar coragem para revelar um deslize dele, por exemplo.

Não conte que fuçou as redes sociais

Fonte: Thinkstock

Atire a primeira pedra quem nunca olhou as mensagens e ligações do celular, a conta de email ou as redes sociais do namorado. Porém, uma atitude como essa pode, muitas vezes, causar o fim do namoro.

Se você fuçou em contas do Facebook ou email do parceiro e não encontrou nada suspeito, o melhor é não contar o que aconteceu, pois a tendência é que ele se sinta desrespeitado. Porém, se você descobriu uma mensagem que não gostou e precisa tirar a história a limpo, a solução é correr o risco e contar o que fez.

É importante ressaltar, no entanto, que cada casal vive uma realidade e tem suas peculiaridades. O assunto que pode gerar desconforto para uns pode ser encarado com naturalidade por outros. O jeito é deixar o bom senso falar mais alto para não comprometer o relacionamento com perguntas e respostas que poderiam ser evitadas.