De acordo com uma nota divulgada pelo MIT — Massachusetts Institute of Technology —, uma equipe de astrônomos dessa instituição descobriu um novo exoplaneta que demora apenas 8,5 horas para completar uma orbita ao redor de sua estrela, o que significa que lá se celebra o ano novo todos os dias!

Brincadeirinhas à parte, o exoplaneta — batizado de Kepler 78b — apresenta dimensões parecidas às da Terra e um dos períodos orbitais mais curtos já detectados. O astro se encontra a 700 anos-luz de distância de nós, mas extremamente próximo de sua estrela (aproximadamente 40 vezes mais próximo do que Mercúrio se encontra do nosso Sol), apresentando temperaturas em sua superfície estimadas em mais de 2.700 °C.

Oceano de lava

Fonte da imagem: Reprodução/MIT

Com essas condições em mente, os pesquisadores acreditam que a superfície do Kepler 78b seja coberta por um verdadeiro oceano de lava, portanto, a possibilidade de encontrar qualquer tipo de forma de vida por lá é praticamente nula.

No entanto, de acordo com os astrônomos, mais interessante do que a descoberta do Kepler 78b em si foi o fato de que os pesquisadores tenham conseguido detectar a luz emitida pelo astro, já que esta foi a primeira vez que alguém conseguiu fazer isso com um exoplaneta tão pequenino como esse.

Segundo a nota, o exoplaneta foi descoberto através de análises de dados coletados pelo telescópio espacial Kepler da NASA, e os astrônomos estavam especificamente em busca de astros que apresentassem períodos orbitais curtos. Conforme explicaram, esses mundos teoricamente se encontram nas zonas habitáveis de seus sistemas solares, o que significa que é possível que a água na forma líquida pode ser encontrada. Desta vez, ainda não foi o caso.