Mescle as frases “tem louco pra tudo” e “tudo em nome da arte” e saia para procurar algo que faça sentido. Talvez você encontre muitos absurdos, e este que apresentamos aqui certamente será um deles.

O que você acha de ficar uma semana pelado dentro de uma caixa de vidro, exposto para todos que passam e sendo transmitido ao vivo para o mundo inteiro ver? Bem, foi isso que o estudante de Arte Almar Atlason se propôs a fazer por um projeto, parte de um trabalho final da disciplina de métodos e soluções.

O jovem de 23 anos é aluno da Academia de Artes da Islândia e, desde o dia 30 de novembro, está enclausurado em um tanque de vidro, sozinho e em exposição na própria instituição onde estuda. Exatamente: ele está nu na frente de todos os colegas de faculdade. Além disso, por meio de seu próprio canal no YouTube, sua aventura está sendo transmitida ao vivo para todo o planeta.

Todas as suas ações estão sendo registradas. Comer, beber, dormir, ler… e claro, fazer as necessidades. Para o “número 1”, existe um recipiente apropriado em que ele faz o que deve até enchê-lo e depois descartá-lo. Já para o “número 2”, ele usa sacos plásticos e os joga fora por uma abertura no vidro, a qual também é utilizada para receber alimentos e outros objetos. Essa fenda, inclusive, faz parte do experimento, pois cabe aos próprios estudantes que estão de passagem a tarefa de entregar os suprimentos e qualquer outra coisa que julguem válida.

Na transmissão ao vivo, entre um momento e outro, é possível ver o rapaz massageando as partes íntimas ou realizando o trabalho de limpeza após fazer as necessidades. Logicamente, a nudez viola a política e os termos de uso do YouTube. Por isso, antes de iniciar a transmissão, o site faz um aviso de que o vídeo pode ser impróprio para alguns usuários e solicita que o visitante declare que está ciente e deseja continuar.

As imagens e a descrição falam por si sós, mas, se mesmo assim você desejar “apreciar” essa forma de arte inédita e inusitada, clique na publicação abaixo. Atenção: reforçamos que o conteúdo é explícito e inapropriado para algumas pessoas.

Para você, caro leitor, realmente vale tudo em nome da arte? Comente no Fórum do Mega Curioso