Você provavelmente ficou sabendo que o Latino publicou em seu Instagram uma foto tirada dentro da cabine de um avião da TAM. A princípio, a assessoria do cantor alegou que o avião não estava voando no momento do retrato, mas a própria imagem revelou o contrário, já que algumas luzes de voo estavam acesas nos painéis da aeronave.

Esse tipo de “turismo” em cabines de aeronaves em voo, embora muito atrativo aos curiosos, é extremamente proibido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e o ocorrido acabou causando a demissão do piloto responsável pelo voo. A TAM não quis comentar o assunto.

O cantor Latino disse, durante o programa “Domingo Espetacular”, na TV Record, que não quis prejudicar o piloto e o copiloto do voo, alegando que a postagem da foto foi um erro e era para ter sido apenas uma brincadeira. Ele disse ainda que, se pudesse, compraria um avião e empregaria o profissional demitido.

Tanto a TAM quanto os funcionários envolvidos no caso podem ter que pagar multas que podem chegar a até R$ 20 mil.