O fotógrafo britânico Steve Gschmeissner, de 65 anos, dedicou seu talento para fotografar aquilo que não conseguimos ver a olho nu. Tá, tudo bem – você pode até dizer que conseguimos ver pulgas, formigas, abelhas e aranhas sem a ajuda de um microscópio, mas nunca conseguiríamos enxergá-los com essa riqueza de detalhes.

Para conseguir clicar essas imagens, o profissional contou com a ajuda de um Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV), que lhe permitiu tirar fotografias ampliadas. Esse tipo de equipamento – que chega a custar mais de um milhão de reais – lança elétrons sobre o objeto observado, os quais voltam para o microscópio e geram uma imagem tridimensional de alta definição. Enquanto um microscópio óptico consegue ampliar uma imagem centena de vezes, um MEV é capaz de ampliar o objeto em milhões de vezes.

De acordo com a BBC, Gschmeisser decidiu fotografar essas pequenas criaturas justamente pelos incríveis detalhes e formas que os compõem. "Os insetos foram um grande projeto para mim. O nível de detalhe em seus minúsculos exoesqueletos é simplesmente lindo", declarou o fotógrafo.

Confira uma amostra do trabalho do britânico e não deixe de compartilhar conosco quais foram as características desses insetos e aracnídeos que mais chamaram sua atenção.

1) Aranha

Steve GschmeissnerPholcus phalangioides

2) Pulga de gato

Ctenocephalides felis

3) Percevejo

Cimex lectularius

4) Cupim

Ordem Isoptera

5) Mariposa

Ordem Lepidoptera

6) Larva de mosca

Ordem Diptera

7) Pulgão

Ordem Hemiptera

8) Lagarta

Ordem Lepidoptera

9) Formiga

Família Formicidae

10) Mosca

Scathophaga stercoraria

11) Aranha

Ordem Araneae

12) Joaninha

Família Coccinellidae

13) Abelha

Apis sp.

14) Pulga

Pulex irritans

15) Barata

Ordem Blattaria