Um estudo da Universidade de Vermont, nos EUA, causou um alvoroço ao afirmar que pessoas de olhos claros, principalmente azuis, são mais propensas ao alcoolismo. Mas será que isso é verdade?

O estudo foi feito com mais de 10 mil pacientes psiquiátricos nos EUA, e o relatório foi publicado no American Journal of Medical Genetics: Neuropsychiatric Genetics. Notou-se, por exemplo, que o alcoolismo é mais incidente em norte-americanos de origem europeia, ou seja, de olhos claros, do que em pacientes que possuem os olhos escuros.

Gene que controla a cor dos olhos pode estar correlacionado com a predisposição ao alcoolismo

Doença genética

Já foi comprovado que muitas das doenças que desenvolvemos possuem um componente genético. O complicado é mapear todos os genes e as doenças para saber qual é a relação entre uma coisa e outra. Alexandra Ossola, do site Popular Science, ressalta que é possível que os genes que determinam a cor dos olhos também estejam envolvidos no desenvolvimento do alcoolismo – mas essa correlação não oferece nenhum diagnóstico prévio e nenhuma compreensão além das que os cientistas já possuem.

O próprio autor do estudo explica que um punhado de genes foram relacionados ao alcoolismo nos últimos 20 anos, porém nenhum deles conseguiu explicar a totalidade da doença e da dependência química. “Uma grande porcentagem genética ainda precisa ser mapeada e é desconhecida pelos pesquisadores”, explicou Dawei Li.

Outros fatores genéticos ainda precisam ser analisados para o estudo ter uma maior aplicação

Fatores que não são genéticos

Outro problema do estudo é que apesar de a ciência saber que existem alguns genes relacionados a doenças, muito deles apenas apontam uma predisposição a desenvolvê-las. A maioria das enfermidades depende de fatores externos para se desenvolver.

É o caso do alcoolismo: ainda que possa haver um grupo de genes que indiquem uma probabilidade maior de a pessoa ter problemas com a “mardita”, fatores como nível de renda, escolaridade, estresse e ambientes socioculturais podem influenciar uma pessoa a adquirir o vício pelo álcool.

Cor dos olhos não é o único fator para desenvolver o alcoolismo

Outras correlações com os olhos azuis

Um estudo feito com mulheres, publicado lá no ano 2000, mostra que aquelas com olhos claros eram mais propensas ao consumo de álcool. Porém, esse estudo também não concluía muita coisa.

Além disso, os olhos azuis têm muitas outras correlações que não são muito bem compreendidas pela ciência. Por exemplo, pesquisas apontam que quem possui os olhos claros tem uma tolerância à dor bem menor do que quem possui olhos escuros, sem contar que essas pessoas seriam mais competitivas que o resto da população.

* Publicado originalmente em 06/07/2015