Quando pensamos em artistas é comum achar que as vidas deles são mais fáceis do que as nossas – simplesmente porque eles são famosos. É claro que isso não é verdade, já que muitas dessas pessoas trabalharam muito para chegar aonde chegaram e obter esse status – com o devido esforço que realizaram. Entretanto, hoje e em um passado não tão distante, o reconhecimento nunca foi algo fácil de obter.

Veja alguns artistas do passado e de hoje que também passaram por outras profissões mais comuns antes de atingir o sucesso:

1 – Johnny Cash

Fonte da imagem: Reprodução/Quo

Johnny Cash foi um famoso cantor e compositor norte-americano, porém exerceu um trabalho bastante peculiar durante o seu período no exército. Ele foi designado ao departamento de criptografia, lugar em que dedicou seu tempo para codificar e decodificar mensagens em código Morse. Ele se deu tão bem com esse serviç, que o realizou por anos. Dizem que, graças ao seu ouvido musical, Cash pôde realizar esse trabalho com maior precisão, entendendo diferentes sinais e tons com maior facilidade do que as pessoas comuns.

2 – Greg Graffin

Fonte da imagem: Reprodução/Quo

O vocalista do Bad Religion, Grag Graffin, é responsável por criar uma das bandas mais icônicas dos anos 90. O que muitos não sabem é que, além de ser músico, Graffin é professor. Ele é apaixonado por paleontologia e dá aulas do mesmo ramo na Universidade da Califórnia (e isso não é pouca coisa!). Inclusive, Graffin também possui doutorado em paleontologia evolucionária pela Universidade de Cornell. Portanto, quando o imaginar nos palcos, pense em Graffin também em salas de aulas ou estudando ossos de dinossauros.

3 – Antoine de Saint-Exupéry

Fonte da imagem: Reprodução/Quo

O autor do livro mundialmente famoso "Pequeno Príncipe" não se definiu em vida como escritor – pelo menos não como nós o percebemos hoje. Antoine foi piloto de avião e todas as suas histórias giravam de algum modo em torn desse tipo de temática. Mesmo durante o sucesso de seus livros, Antoine sempre foi classificado por ele mesmo como um aviador francês. Talvez, graças às suas experiências aéreas, Antoine tenha adquirido uma percepção diferente sobre o mundo – o que fez com que ele escrevesse livros de grande sucesso.

4 – Franz Kafka

Fonte da imagem: Reprodução/Quo

Um dos maiores escritores do existencialismo, Franz Kafka é reconhecido mundialmente por suas histórias complexas e cheias de significados profundos. É interessante perceber que Kafka nunca foi um escritor profissional, já que obteve pouco sucesso e poucas publicações durante toda sua vida. Ele escrevia para ele mesmo, porque gostava disso. Depois de finalizar o curso de Direito, trabalhou como agente de seguros e posteriormente advogou. Se não fosse seu amigo Max Broad, que reuniu suas obras, o mundo não saberia até hoje quem é Franz Kafka.

5 – Henri Rousseau

Fonte da imagem: Reprodução/Quo

Esse famoso pintor francês não possuía qualquer tipo de formação artística, por mais estranho que isso possa parecer. Henri Rousseau começou a pintar quando tinha 40 anos (!), desenvolvendo uma técnica que se tornou referência para inúmeros pintores do futuro. Antes disso, ele trabalhou por muito tempo na alfândega da França, como despachante aduaneiro – profissão que exerceu mesmo depois de obter o renome de pintor. Para evitar ser confundido com o filósofo francês de mesmo nome, Rosseau adotou o nome “Aduaneiro”, até mesmo quando não trabalhava mais na alfândega.

E você, conhece outros artistas ou pessoas famosas que também exerceram profissões bastante diferentes de seus trabalhos mais conhecidos? Se sim, compartilhe com a gente nos comentários.