O que você acha da ideia de mergulhar em companhia de uma das criaturas mais temidas dos mares — o grande tubarão-branco — sem usar nenhum tipo de roupa especial ou gaiola de proteção? Então, assista ao vídeo abaixo e confira (a partir do minuto 2:20) a mergulhadora Kimi Werner nadar tranquilamente ao lado de um desses peixões. Infelizmente, o filme está em inglês e a tradução em português não é muito precisa.

Werner acredita que os seres humanos fazem parte do ecossistema, portanto ela se dedica ao mergulho livre — modalidade na qual se utiliza apenas uma máscara, um respirador, nadadeiras e o ar dos pulmões — para obter alimentos com a ajuda de um arpão. E foi durante uma dessas incursões, levadas a cabo para estudar o comportamento dos grandes tubarões-brancos, que o encontro do vídeo aconteceu.

Conforme Werner explica, ela estava mergulhando quando seu companheiro a avisou de que existia um enorme tubarão-branco — o maior que ela já havia visto em toda a sua vida — a menos de um metro de distância. No entanto, depois de tantos anos de experiência nas águas, Werner aprendeu a ler o comportamento desses animais, e percebeu que, naquele momento, ela não era uma presa, e sim mais um predador, tal qual o grande tubarão ao seu lado.

Segundo a mergulhadora, o passeio ao lado da enorme criatura serviu para confirmar que somos extremamente vulneráveis e dependentes uns dos outros. Werner se deu conta de que precisamos cuidar uns dos outros também, seja das plantas que nos alimentam ou dos animais que caçamos — e até dos que nos vêm como presa! —, pois, a partir do momento que pararmos de cuidar da natureza, tudo estará perdido, já que todos nós fazemos parte dela.