Desde 1932, quando foi criada, a LEGO estimula e empolga crianças com suas pecinhas montáveis e desmontáveis. Muitas gerações foram e ainda são inspiradas pelos pequenos “tijolos” das mais variadas cores e formatos. Frequentemente é noticiada alguma façanha de pessoas que constroem grandes figuras com o brinquedo. Aqui no Mega Curioso já mostramos a recriação de Erebor de “O Hobbit”, uma grua com 18 rodas e 11 motores, oito obras literárias e até próteses para tartaruga, todas feitas, incrivelmente, com peças de LEGO.

Mas você que brincou com LEGO em sua infância, ou brinca até hoje, sabe como funciona a produção das pecinhas do brinquedo feito na Dinamarca?

No YouTube há vídeos que mostram como acontece a fabricação das peças, que basicamente possuem o formato atual desde 1958. São milhões de peças produzidas por hora e dois desses vídeos mostram toda a produção e o método de funcionamento das máquinas em poucos minutos. Por eles, é possível ter uma bela noção da tecnologia e da automatização que envolvem a fábrica da LEGO.

No primeiro, uma reportagem feita pela Bloomberg em 2014, a fábrica é mostrada por dentro e ressalta não só a tecnologia envolvida, mas o rigoroso controle de qualidade da produção. De forma mais resumida, a gravação aborda todo o processo, mostra algumas máquinas, incluindo um robô totalmente automatizado que circula pela fábrica, e como ocorre o controle de qualidade e a reciclagem das peças que não são aprovadas em seu formato final.

Já o Canal “How It’s Made” (Como é feito, em tradução livre), apresenta um vídeo com cinco minutos, um pouco mais completo, sobre a fabricação. A produção mostra detalhes da fábrica e explica, etapa por etapa, como toneladas de plástico granulado se tornam milhões de peças de LEGO produzidas diariamente.

Também enfatizando toda a automação da fábrica, em que determinados setores não possuem um humano se quer, este vídeo revela números interessantes sobre a produção. Um dos dados apresentados é sobre as mais de mil máquinas que puxam o plástico granulado a 232° Celsius, dão forma, resfriam e soltam as peças no contêiner em apenas 10 segundos. Esse processo permite à LEGO produzir mais de 1,7 milhão de peças por hora e mais de 15 bilhões por ano.

Nesse vídeo, há também detalhes de uma máquina que libera mais de 15 mil cabeças de bonecos LEGO por hora. As peças bases amarelas, quando prontas, são separadas para receberem as impressões com diversas expressões faciais, antes de serem anexadas às peças com seus respectivos corpos. Ao final desse processo, se revela que no momento da gravação estava saindo uma “fornada” de bonecos de LEGO do bruxo Harry Potter.

O vídeo finaliza com uma breve apresentação da chamada “Legolandia” que possui diversas e enormes esculturas em Lego, que segundo a narração, podem levar até um mês para ficarem prontas, mesmo com ajuda de computadores.

Se você tiver um tempo disponível, há também uma edição do programa Mega Fábricas, do canal Natinonal Geographic, postado por um usuário do YouTube, que também mostra a produção na fábrica da LEGO.

Com mais de 80 anos de existência, o Grupo LEGO é uma das empresas líderes no mercado de brinquedos desde a década de 1950. Foi nessa época que o brinquedo principal da companhia, com partes encaixáveis e possibilidade de milhares de combinações, passou a ter esse conceito e ser produzido em escala industrial, com plástico injetável. Com a popularidade adquirida, hoje a LEGO está em mais de 130 países, a empresa já teve o seu produto eleito “O Brinquedo do Século” por mais de uma vez.

*Publicado em 21/07/2015