Se você leu o título acima e foi logo imaginando que fôssemos falar a respeito de alguma maldição sinistra ou prelúdio do fim do mundo, sentimos informar que não é nada disso! Hoje à noite teremos sim o que estão chamando por aí de “Lua Negra”, mas se trata de um fenômeno astronômico que não tem nada de terrível ou assustador — ele é apenas curioso.

Você já deve ter ouvido falar sobre eventos como a Superlua, a Lua Sangrenta, a Lua Azul etc., não é mesmo? Pois a Lua Negra é um fenômeno relativamente raro nessa mesma linha das demais “luas” e acontece quando temos duas luas novas em um mesmo mês.

Fases da Lua

A Lua Nova, caso você não saiba, representa a primeira fase do ciclo lunar e ocorre quando a face do satélite voltado para a Terra fica completamente na escuridão — enquanto a outra face fica voltada para o Sol e, portanto, recebe toda a luz emitida pela estrela.

Isso se dá porque, durante a Lua Nova, o satélite fica posicionado entre o nosso planeta e o Sol, o que significa que, em outras palavras, essa fase da Lua é exatamente o contrário da Lua Cheia, que acontece quando o Sol fica alinhado atrás da Terra e a face do satélite voltada para a nossa direção fica toda iluminada.

Hoje à noite você não vai conseguir ver muita coisa no céu

Voltando ao ciclo lunar, como você deve saber, ele tem duração de aproximadamente 1 mês — ou 29,53 dias, para sermos mais precisos — e praticamente coincide com o calendário anual. Sendo assim, como cada mês conta com quatro semanas, é por essa razão que normalmente temos as quatro fases da Lua (Cheia, Nova, Crescente e Minguante) a cada mês.

Contudo, como a duração dos calendários não coincide exatamente com o ciclo lunar nem com o tempo que a Terra leva para completar uma órbita ao redor do Sol, às vezes ocorrem pequenas variações — e acabamos tendo duas Luas Cheias ou duas Novas em um mesmo mês.

Ela não vai aparecer hoje

No caso de duas Luas Cheias em um mesmo mês, a segunda recebe o nome de Lua Azul, e, quando a mesma coisa acontece com a Lua Nova, ela é chamada de Lua Negra — simples assim! —, e isso costuma ocorrer a cada 2,5 anos, aproximadamente.

Curiosamente, esse fenômeno astronômico, “agendado” para hoje à noite, será visível exclusivamente no hemisfério ocidental, ou seja, no nosso! Já no hemisfério oriental, ele será testemunhado no mês que vem, no dia 30 de outubro, em tempo para o Halloween — e para o surgimento de previsões catastróficas para o fim dos tempos.