1. Cachoeira Baatara Gorge, no Líbano

A natureza tem a incrível capacidade de nos fazer questionar se algumas das suas criações são montagens ou não. Um bom exemplo é esta impressionante cachoeira localizada no Líbano, que mais parece o cenário de um filme de ficção científica. Ela foi esculpida durante centenas de milhões de anos pelo derretimento do gelo do Monte Líbano. O mais curioso é que esta magnífica obra da natureza teve de esperar até 1952 para ser descoberta durante a expedição de um biólogo francês!

(Reprodução/Bored Panda)

2. Cachoeira Seljalandsfoss, na Islândia

Se, por um remoto acaso, a redação do Mega ganhasse na Mega, certamente faria uma vaquinha para adquirir um endereço fixo na Islândia. E não é por menos: o pequeno país europeu abriga alguns dos lugares mais encantadores da Terra! Um deles é a cachoeira Seljalandsfoss, uma pitoresca queda-d’água de 60 metros com uma pequena caverna ao fundo, por onde os turistas podem caminhar e registrar belas imagens.  

(Reprodução/Restnova)

3. Cachoeira Gullfoss, na Islândia

Outro destino sensacional na Islândia é a Gullfoss, uma impressionante queda-d’água que, durante a época mais fria do ano, fica parcialmente congelada. Dentre as inúmeras cachoeiras da pequena nação europeia, esta é a mais visitada.

(Reprodução/Bizarre Globe Hopper)

4. Cachoeira Minnehaha, nos Estados Unidos

O inverno no Hemisfério Norte é tão rigoroso que, às vezes, é capaz de congelar cachoeiras com volumosas vazões de água. Prova disso é esta impressionante cascata solidificada no estado norte-americano do Minnesota.

(Reprodução/Oddee)

5. Cataratas Vitória, na divisa da Zâmbia com o Zimbábue

As Cataratas Vitória são um dos maiores conjuntos de quedas-d’água do planeta, e nelas está uma das piscinas naturais mais interessantes — e assustadoras — que existem. Conhecida como Piscina do Diabo, a formação fica acessível somente quando o fluxo de água atinge certo nível, o que geralmente acontece entre setembro e dezembro. Ela é perfeita para os nadadores mais corajosos mergulharem em segurança. 

(Reprodução/Taringa)

6. Izvorul Bigar, na Romênia

Esta não é das cachoeiras mais altas que existem (ela possui apenas 8 metros de altura) e a água que por ela escorre, estranhamente, não tem origem em rios ou geleiras, mas em uma nascente subterrânea. Este manancial invisível, através de pequenos orifícios, faz jorrar para fora a água contida na rocha, e uma grossa camada de musgo retarda a sua vazão, o que acaba conferindo uma inusitada aparência de chuveiro à cascatinha.

(Reprodução/Earthables)

 7. Salto Ángel, na Venezuela

É impossível deixar de citar em uma lista sobre cachoeiras a maior delas, a venezuelana Salto Ángel e seus inacreditáveis 979 metros de altura. Só para você ter ideia: ela é tão alta, mas tão alta que parte da água que escorre por ela acaba evaporando antes de chegar ao solo.  

(Reprodução/Sinc)