Há um ano a sonda espacial Curiosity da NASA aterrissava em Marte e, de lá para cá, depois de tantas descobertas interessantes sobre o Planeta Vermelho, o explorador vai tirar uma folguinha para celebrar. E como ninguém merece passar o aniversário sozinho e sem cantar o “Parabéns”, a agência espacial reprogramou o sistema de análise de solo da sonda para tocar a famosa musiquinha para qualquer marciano ouvir.

Segundo o site The Verge, embora a Curiosity não conte com um sistema de som entre os seus inúmeros dispositivos, o equipamento para análise de solo conta com um motor capaz de vibrar em frequências bem específicas e foi modificado para reproduzir as notas da música. Além disso, a NASA transmitirá ao vivo através do USTREAM uma série de entrevistas, vídeos e discussões sobre a sonda espacial e os avanços da missão no Planeta Vermelho.

De acordo com a NASA, a Curiosity — ao longo de 1,6 quilômetro percorrido durante este primeiro ano de trajetória — alcançou o principal objetivo da missão, que era o de estabelecer que Marte um dia pode ter oferecido as condições necessárias para a existência de vida.

Além disso, com 3 metros de comprimento, 2,75 metros de largura e 2,15 metros de altura — sem contar o braço robótico — e quase uma tonelada de peso, a sonda já analisou duas rochas e enviou à Terra mais de 36 mil imagens em alta resolução e 190 gigabits em dados. A seguir você pode conferir alguns dos momentos mais icônicos da missão durante este ano, publicados pelo site Mashable:

7 minutos de terror

Os sete minutos que antecederam o pouso da Curiosity em Marte foram momentos aterrorizantes para a equipe de engenheiros no comando da operação, já que a manobra era considerada extremamente arriscada e nada podia sair errado. Reveja o vídeo que ficou conhecido como “sete minutos de terror” abaixo:

Check-in pelo Foursquare

Fonte da imagem: Reprodução/Mashable

Além de se comunicar com os terráqueos através do Twitter, a Curiosity também informa a todos sua localização no Planeta Vermelho através do Foursquare, e o primeiro check-in ocorreu em outubro do ano passado.

Autorretrato

Fonte da imagem: Reprodução/Mashable

Divulgado no final do ano passado, o autorretrato acima virou manchete em todo o mundo. Com 5463x7595 pixels, a imagem foi composta a partir de 55 fotografias, clicadas com várias das 17 câmeras da sonda.

Primeira amostra de solo

Fonte da imagem: Reprodução/Mashable

Analisada através do laboratório de química compacto presente na sonda, a amostra revelou a presença de enxofre, água e outras substâncias contendo cloro.

Confirmação esperada

Fonte da imagem: Reprodução/Mashable

A análise de uma amostra obtida a partir de uma rocha em março deste ano revelou a presença de nitrogênio, oxigênio, fósforo, enxofre e carbono, ou seja, os “ingredientes” necessários para a existência de vida. Esta talvez tenha sido a descoberta mais significativa da Curiosity até agora, e vamos torcer para que a sonda continue com suas explorações por muitos e muitos anos!