Conforme já explicamos em matérias anteriores aqui do Mega Curioso, embora Saturno seja famoso por seu espetacular sistema de anéis, ele não é o único planeta do Sistema Solar a contar com essa característica. Urano, Netuno e Júpiter também possuem os seus e, de acordo com Irene Klotz, do portal Discovery News, outro de nossos vizinhos poderá entrar para o clubinho de astros com anéis: Marte!

Segundo Irene, não é nenhum segredo que Fobos, a maior das luas conhecidas de Marte, vem perdendo altitude devido à gravidade marciana e “caindo” em direção ao planeta a um ritmo de 2 metros a cada 100 anos, o que significa que um dia ela será destruída. Além disso, um estudo realizado recentemente por cientistas da NASA revelou que o satélite — que possui um diâmetro de 26 quilômetros na altura do equador — já apresenta sinais de problemas.

Atração fatal

Fobos se encontra a uma distância de pouco mais de 9 mil quilômetros de distância de Marte — para você ter uma ideia, a Lua está a aproximadamente 394 mil quilômetros da Terra atualmente — e mostra evidências de grande estresse em sua superfície — como a presença de fissuras, fraturas e poros —, provocado pela força gravitacional do planeta.

Além disso, de acordo com David Szondy, do portal Gizmag, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley revelaram que o satélite sofreu um catastrófico impacto no passado, que o deixou estruturalmente vulnerável. Portanto, conforme a lua for sendo “puxada” por Marte, ela — que, conforme disseram os cientistas, mais se parece com uma bola de granola do que um astro sólido — não resistirá à atração.

De lua a anel

O estudo realizado pelos pesquisadores de Berkeley também apontou que, em vez de Fobos simplesmente desaparecer por completo, dentro de um intervalo entre 20 e 40 milhões de anos, a lua provavelmente se desintegrará deixando uma nuvem composta por milhões de fragmentos que formarão um sistema de anéis ao redor de Marte.

A pesquisa apontou ainda que, em um primeiro momento, os anéis — novinhos em folha — de Marte serão tão densos quanto os de Saturno e devem permanecer ao redor do planeta por um período entre 1 milhão e 100 milhões de anos. Depois disso, os cientistas explicaram que os fragmentos maiores deverão colidir contra a superfície marciana, deixando crateras pelo caminho, enquanto os pedaços menores cairiam na forma de chuvas de meteoros.

Você ficou curioso em saber se o novo adereço de Marte será visível aqui da Terra? Segundo os pesquisadores, os anéis de Saturno são muito visíveis porque são compostos principalmente de gelo, que, por sua vez, é muito eficiente na hora de refletir a luz. Os que se formarão ao redor do Planeta Vermelho, por outro lado, consistirão em fragmentos de rocha e poeira, portanto não é certeza que eles sejam muito visíveis daqui.

Contudo, caso Marte tenha sido colonizado até lá, o sistema de anéis formado pela destruição de Fobos oferecerá uma vista incrível para os terráqueos — ou quem quer que seja — que esteja de visita em terras marcianas.

Se você pudesse escolher, para qual planeta do Sistema Solar você gostaria de viajar? Comente no Fórum do Mega Curioso