Dizer que a sérvia Bojana Danilovic, de 29 anos, realmente enxerga o mundo ao contrário seria um exagero óbvio. Entretanto, ao eventualmente cruzar com a jovem em algum ponto do seu cotidiano, é perfeitamente possível encontrá-la lendo um jornal de ponta-cabeça ou digitando em seu teclado, também postado de “cabeça para baixo”.

Conforme mostra a reportagem da euronews (confira o vídeo abaixo), Bojana sobre do chamado “fenômeno da orientação espacial”, quadro que, como o nome sugere, altera a percepção espacial da pessoa.

De acordo com Bojana, o problema já lhe rendeu alguns problemas no colégio e também dificultou a continuidade dos estudos. Não obstante a sua condição singular, testes mostraram que a sérvia não apenas tem o cérebro em perfeito funcionamento como ainda apresenta um Q.I. (quociente de inteligência) acima da média.