A doença renal policística autossômica dominante, conhecida também como DRPAD, é causada pela presença de cistos múltiplos dentro dos rins. A complicação faz com que eles cresçam lentamente e sejam preenchidos com líquido, como uma bexiga ou bolha. Não parece muito legal, não é?

Era exatamente dessa doença que um homem indiano de 45 anos estava sofrendo. E a DRPAD já havia evoluído tanto em seu corpo que os rins pesavam colossais 5,2 kg e eram 20 vezes maiores que o tamanho comum do órgão interno — o rim direito pesava 2,7 kg, e o esquerdo, 2,5 kg. Ou seja, ele praticamente carregava dois bebês dentro de si.

Felizmente, ele passou por uma cirurgia no Delhi's Sir Ganga Ram Hospital e os órgãos foram retirados. Ambos bateram o recorde do Guinness, que marcava como rim mais pesado um de 2,1 kg — normalmente, o órgão pesa entre 125 e 170 g em homens.

Segundo o paciente, ele ficava deitado a maior parte do tempo por causa da perda excessiva de sangue. Ele foi ao hospital durante uma crise de febre alta, sangue na urina e dor abdominal severa.

De acordo com o hospital, foram necessárias três horas para remover os rins gigantes antes da diálise. "O paciente está se recuperando e espera por um transplante em breve", disse o Sir Ganga Ram em comunidade.

A DRPAD afeta uma a cada 700/1.000 pessoas no mundo. Já foram contabilizados mais de 12,5 milhões de casos globalmente — a doença renal policística não possui cura. Dois terços dos adultos com o problema vão desenvolver pressão alta, e 1 a cada 12 vão sofrer com pequenos aneurismas cerebrais.