Se tem uma palavra que não saiu dos noticiários nos últimos meses, essa palavra é “Zika”. O vírus, que é transmitido pelo mesmo mosquito da dengue, trouxe uma série de novos problemas de saúde, preocupando especialmente as mulheres grávidas que, uma vez infectadas, poderiam ter seus bebês com microcefalia.

Oficialmente, o Zika Vírus se espalhou por 50 países e, como já era de se esperar, muitas “curas” para a doença começaram a ser divulgadas na internet, o que inclui a venda de uma série de remédios “naturais” que prometem acabar com o vírus – já havia acontecido um fenômeno semelhante de “curas” em 2014, com o Ebola. É fundamental não cair nesses tipos de golpes e seguir orientações médicas, apenas. A seguir, confira uma série de soluções totalmente absurdas para o Zika Vírus:

1 – Plantas

Algumas pessoas estão apostando no uso de plantas para curar as doenças provocadas pelo vírus – entre elas, estão espatorium perfoliatum, beladona e rhus tox. De acordo com o site que vende as plantas, elas têm o poder de tratar os sintomas infecciosos provocados pelo vírus. “Em uma epidemia, quando um grande número de pessoas é afetado por sofrimentos agudos e parecidos provocados por uma causa similar, homeopatia pode ser uma grande ajuda profilática”.

Essa homeopatia em questão não é, definitivamente, uma boa ideia, até mesmo porque a beladona é venenosa, capaz de provocar alucinações, e a rhus tox, que também é conhecida como “hera venenosa”, é igualmente tóxica. Ou seja...

Imagem: Giphy

2 – Vitamina C cura tudo

Só que não. Essa vitamina é, de fato, importante para a nossa saúde, mas não há qualquer evidência de que ela possa ser eficiente no tratamento dos sintomas provocados pelo Zika Vírus. A verdade é que a vitamina C é conhecida por curar gripes e tratar doenças imunológicas graças às pesquisas de um homem chamado Linus Pauling, cujas teses foram derrubadas anos mais tarde. Vitamina C é ótima, mas não combate o Zika Vírus.

Imagem: Giphy

3 – Comer carvão em pó

Existe um vídeo circulando na internet no qual o autor fala sobre os efeitos curadores de se comer carvão e/ou poeira para curar os sintomas do Zika. Por favor, não façam isso, pelos mais óbvios motivos.

Imagem: Giphy

4 – Homeopatia em geral

Obviamente, plantas têm suas propriedades medicinais, e é por isso que uma dieta saudável se mantém por meio do consumo de alimentos naturais. A questão é que algumas doenças simplesmente não podem ser tratadas com homeopatia, e os sintomas do Zika Vírus certamente estão entre elas.

Imagem: Giphy

5 – Sprays que afastam mosquitos

Alguns sites não apenas oferecem a cura para as infecções, como se aproveitam da fragilidade de algumas pessoas para divulgarem informações falsas a respeito de teorias da conspiração e dos “motivos secretos” que estariam por trás da epidemia – vacinas e medicamentos, por exemplo.

Os fabricantes desses produtos afirmam que seus repelentes são completamente naturais e livres de quaisquer substâncias químicas. Acontece que desmascarar esses produtos é relativamente simples: basta pegar o nome de qualquer ingrediente, escrever “composição química” ao lado e pedir para que o Google resolva a questão. Em poucos cliques, é possível descobrir que alguns produtos naturais não são tão naturais assim.

Se a questão é usar repelentes, aposte em produtos que, apesar de não terem apenas componentes naturais em sua fórmula, são testados e aprovados tanto para adultos quanto para crianças e mulheres grávidas.

Imagem: Giphy

***

Não apenas com relação ao Zika Vírus, mas também a qualquer outro problema de saúde, é preciso ficar atento e não confiar no Dr. Google e em propostas que pareçam milagrosas. Infelizmente, dessa maneira muita gente perde dinheiro sem ao menos ter benefícios relacionados à saúde – isso quando não há prejuízos, o que é ainda pior.