Todos os pertences de Woralop, um homem sem-teto tailandês de 44 anos, se resumiam aos 9 baht – cerca de R$ 0,10 – que ele carregava no bolso. Foi quando ele encontrou uma carteira cheia de cartões de crédito e mais de 20 mil baht (R$ 1.870) em dinheiro. Ele poderia ter usado esse montante para aliviar a fome ou pagar por algumas noites em um quarto, mas resolveu entregar o achado à polícia para que eles entrassem em contato com o dono. Mal sabia ele que essa ação mudaria sua vida.

O proprietário era o empresário Niity Pongkriangyos. Ele ficou tão feliz ao ver que a carteira foi devolvida com todos os cartões e o dinheiro ainda dentro que logo providenciou uma recompensa ao homem que a encontrou.

O administrador ofereceu a Woralop um trabalho em sua fábrica com salário de 11 mil baht (R$ 1,3 mil) e direito a um quarto com cama. O homem que antes morava na rua agradeceu os presentes: “Estou muito grato por receber essa chance para mudar a minha vida. Ter uma cama limpa para dormir me deixa muito feliz”.

Nitty falou ter ficado muito surpreso quando a polícia disse a ele que a carteira havia sido devolvida por um homem que morava na rua. Em entrevista, ele disse que, caso estivesse na mesma situação, sem dinheiro e sem ter onde morar, provavelmente não teria levado a carteira à polícia.

A namorada de Niity, Tarika, postou na internet uma foto com Woralop, contando o caso como prova de que realmente vale a pena fazer o bem. Para ela, sempre que somos bons com outra pessoa, essa ação pode ser retribuída.

O novo funcionário da fábrica reconheceu o gesto: “Eu gostaria de agradecer Nitty e Tarika por toda a bondade que eles tiveram comigo”.