Você já viu aqui vários casos em que cobras ganharam destaque pelo mundo ou na internet. Teve as oito cobras que se deram mal por comerem coisas muito grandes, a gigante cuja foto rodou o mundo ou aquela que um caçador estripou e encontrou outra cobra por dentro. Agora, mais um caso envolvendo cobras está viralizando e tomando conta da internet. Um vídeo, que já alcançou mais de 3,6 milhões de visualizações, mostra uma “briga” entre um exemplar da espécie píton e outro da espécie naja.

Os dois animais foram flagrados em vídeo (topo) e fotos ao “brigarem” em uma rua próxima à Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura. Segundo informou o site The Huff Post Weird News, um canal de notícias relatou que foram mais de 30 minutos de disputa até que a naja-real conseguisse se livrar da rival píton. O vídeo mostra os quatro minutos finais da luta.

Mesmo tomada pelas grandes construções, ruas asfaltadas e toneladas de concreto que fazem uma cidade grande, as cobras são comuns em Singapura. Além das espécies flagradas no vídeo, outras como coral e víbora-de-poço são frequentemente encontradas na região.

Os pítons são o tipo de cobra mais comum na cidade e costumam ser acanhados, geralmente evitando o contato com seres humanos. Eles não possuem veneno e sua característica principal é se enrolar no corpo da vítima, matando-a por asfixia antes de ingeri-la. No vídeo, é possível ver o exemplar píton fazendo exatamente isso com a outra cobra.

Já as najas são uma das espécies mais venenosas e mortais do mundo (veja outras espécies de cobras venenosas clicando aqui). O animal que aparece no vídeo, estima-se, possui entre 3 e 3,6 metros de comprimento. Segundo o relato de um estudante, aparentemente a naja acabou mordendo a píton, e essa dificilmente sobreviverá. Mesmo assim, a espécie não-venenosa foi capturada logo após o confronto e foi reinserida no ambiente, sendo solta em uma mata próxima. Já a perigosa naja foi recuperada algumas horas depois, nos arbustos para onde fugiu, e foi levada para o zoológico da cidade onde deverá permanecer para apreciação do público.

Veja mais fotos da luta entre as cobras publicadas pela Universidade Tecnológica de Nanyang: