Caso você não saiba, existe uma porção de ruídos misteriosos — e sem explicação — que são ouvidos por aí. Aliás, nós aqui do Mega Curioso já falamos a respeito de alguns deles, como é o caso do zumbido enlouquecedor registrado em vários países, dos estrondos que já assustaram pessoas em diversas partes do mundo, da sinistra “trombeta apocalíptica” que foi ouvida inúmeras vezes e dos rumores ensurdecedores que foram escutados em uma cidade mineira.

Pois um novo barulho misterioso foi registrado recentemente no Ártico Canadense — e até o Departamento de Defesa do Canadá resolveu investigar. De acordo com Ian O’Neill, do portal Seeker, o ruído parece estar vindo do fundo do mar nas proximidades de Nunavut, um território situado na região mais ao norte do solo canadense. Esse som inclusive teria afugentado os mamíferos marinhos e outros animais da área.

Sumiço inexplicável

Segundo O’Neill, há alguns meses, a população local — formada principalmente por povos inuítes — começou a reclamar que a fauna havia desaparecido da área. Essa população, que soma cerca de 31 mil habitantes, tradicionalmente caça focas, baleias e caribus, sempre muito abundantes no território.

Paisagem dos territórios do norte do Canadá

Coincidentemente, o sumiço dos bichos foi percebido na mesma época em que relatos de um ruído estranho começaram a circular pela região. De acordo com as testemunhas, se trata de uma espécie de “beep” constante — e parece que ele vem sendo ouvido há vários meses.

Mais precisamente, o barulho parece emanar do fundo do Estreito de Fury e Hecla, local que serve de rota migratória e no qual diversas espécies de animais costumavam se reunir no verão. Mas não este ano... Desesperada com a situação, a população inuíte resolveu pedir socorro para o Departamento de Defesa Canadense, e as forças armadas foram enviadas para tentar descobrir o que diabos está acontecendo.

De momento, os militares sobrevoaram o território em busca de pistas sobre a suposta anomalia sonora, mas nada de incomum foi encontrado. Para não dizer que nada foi visto na região, as autoridades canadenses identificaram dois grupos de baleias e seis morsas — mas foi só isso.

Hipóteses

É claro que, na falta de uma explicação para o que pode estar gerando o barulho, o que não faltam são teorias conspiratórias! Os habitantes locais, por exemplo, acreditam que o ruído esteja vindo de sonares utilizados por uma companhia de mineração — a Baffinland Iron Mines Corporation — que se dedica à extração de ferro na região.

Segundo os locais, a empresa só pode estar fazendo levantamentos no fundo do mar em busca de novos locais para explorar — mas o porta-voz da companhia negou que esteja realizando qualquer atividade submarina na região. Há também quem culpe o Greenpeace pelo barulho, alegando que a organização deve ter instalado sonares no estreito propositalmente para espantar os animais e evitar que eles sejam caçados.

Região de Nunavut

A ONG também negou a acusação e explicou que jamais instalaria um dispositivo que pudesse afugentar e até potencialmente pôr em risco a vida dos animais. Além disso, o pessoal do Greenpeace disse que respeita o direito de caça do povo inuíte e, portanto, garantiu que não faria nada que impactasse essa tradição.

Ademais, como o tal ruído não foi registrado por nenhum instituto de pesquisas ainda, também têm aqueles que suspeitam de que não existe barulho nenhum na área ou, se ele existir, pode ser que seja gerado por animais que passem pela região, como as baleias, por exemplo. Por outro lado, como as testemunhas afirmam se tratar de um “beep”, o mais provável é que o som esteja sendo produzido por uma fonte artificial.

Uma possibilidade — remota — é que com o degelo resultante das mudanças climáticas na região, o estrito esteja se tornando mais navegável. Com isso, pode ser que submarinos estejam passando pela região, embora não haja provas disso. Sendo assim, o mistério sobre o ruído continua sem explicação por enquanto. E você, tem algum palpite?