Todo mundo sabe da existência da Área 51 — e o próprio Governo dos EUA já divulgou algumas (poucas) informações sobre ela. E você já tinha ouvido falar a respeito de uma suposta base secreta que ficaria escondidinha sob a superfície de Dulce, no Novo México (mesmo estado em que se encontra a icônica cidade de Roswell)? Nós aqui do Mega Curioso também não, mas ficamos sabendo que rolam rumores sinistros de que esse lugar existe e serviria de abrigo não só para tecnologias avançadíssimas, experimentos mirabolantes e seres alienígenas!

Incidentes estranhos

É claro que esse papo de base secreta subterrânea lar de aliens é coisa da galera que adora uma bela teoria da conspiração — e quem aqui não gosta de ler sobre esses assuntos, né? Pois, segundo dizem, os boatos sobre a existência da base começaram a circular na década de 30 e ganharam certa popularidade nos anos 70, quando um ex-policial do Novo México chamado Gabe Valdez começou a documentar o surgimento de animais mutilados na região.

Placas na região de DulceAlerta sobre animais na pista ou para os animais da área? (Santa Fe New Mexican)

Esse cara, sendo um “tira” fora de atividade, não podia deixar de investigar o que estava acontecendo — e parece que ele se deparou com uma porção de coisas estranhas na área, como máscaras de gás, bastões de neon e peças de radar, por exemplo. Acontece que, segundo o ex-policial, predadores não vão deixando esses equipamentos pelo caminho depois de atacar suas presas. E Valdez não parou por aí com suas alegações.

Ele revelou a jornalistas da época que teria visto espaçonaves pra lá de sofisticadas — que seriam negras e completamente silenciosas — sobrevoando a região de Dulce, mas a revelação mais bombástica foi a de que ele teria encontrado uma vaca morta com um feto híbrido nas entranhas. A tal criatura, conforme descreveu Valdez, não tinha nada a ver com um bezerrinho e tinha aparência quase humana, misturada com macaco e sapo. Entendeu? Nós também não, mas foi isso o que o ex-policial disse!

Enfim, depois, nos anos 90, foi a vez de outro ex-policial de Dulce, um chamado Tim Anderson, dizer que tinha visto um OVNI por lá. Conforme contou, o objeto voador chegou a iluminar todo o vale e desapareceu de repente no meio das rochas, como se tivesse sido engolido. [Um pequeno adendo... A história de Tim certamente é menos fantástica do que a da vaca de Valdez, mas precisamos revelar uma coisinha sobre ele: o ex-policial acredita que o Pé Grande reside em Dulce].

Pegada de Pé GrandeOlha Tim segurando um molde de pegada de Pé Grande (Santa Fe New Mexican)

O enredo ganha complexidade

E tem outro personagem de peso nessa história: um engenheiro especializado em explosivos que trabalhou para o Governo dos EUA, um homem chamado Philip Schneider, que teria contado que Dulce tinha sido palco de uma devastadora batalha entre humanos e aliens. Ele, conforme você já deve ter deduzido, dizia ser uma das pessoas envolvidas na construção da tal base secreta.

Localização de base alienLocalização da suposta base secreta (The Huffington Post)

A instalação, de acordo com o engenheiro, começou a ser construída em 1979, e consistiria em um imenso complexo com sete andares debaixo do solo. Esse local serviria de palco para o desenvolvimento de tecnologias incríveis e abrigaria híbridos de humanos e animais e, evidentemente, de humanos e seres extraterrestres. Tem mais: durante os trabalhos de perfuração do solo, Schneider teria estranhado a presença constante de militares e oficiais das forças especiais — e teria dado de cara com um enorme alien cinza e fedorento.

Esse encontro, aliás, teria dado origem a uma baita briga que acabou com 60 mortos (humanos)! Pois é, caro leitor, quando Schneider deu de cara com o cinzentão fedido, ele levou um baita susto, sacou a arma que estava carregando — os engenheiros não deveriam carregar projetos e ferramentas? —, atirou contra o ET e teve que fugir de outro, que veio logo atrás, disparando bolas de laser e plasma pelos dedos.

Esquema da base secretaEsquema mostrando como seria a base secreta (Skeptoid)

Foi aí que os militares entraram em ação e a coisa toda degringolou e se transformou em uma batalha sangrenta. E não pense que o conflito acabou não! Segundo o engenheiro, ETs e humanos se estranham até hoje na base subterrânea. Para completar, um cara chamado Paul Bennewitz, que tem um doutorado em Física no currículo, acabou alimentando os rumores ao dizer que os animais mutilados que apareciam pela região eram resultado de experimentos conduzidos pelos alienígenas.

O físico também teria registrado sinais misteriosos em Dulce, sinais esses que, segundo Bennewitz, não eram originários da cidadezinha propriamente dita. Na verdade, ele acreditava que as “mensagens” eram emitidas de algum ponto subterrâneo em direção ao espaço e passou boa parte dos anos 80 defendendo a existência da base alienígena.

Cartaz em lanchonete de DulceCartaz bem-humorado em Dulce (Santa Fe New Mexican)

Obviamente, ninguém jamais encontrou provas de que esse local subterrâneo secreto existe, muito menos de que ele sirva de lar para criaturas bizarras ou conflitos intergalácticos. A gente aqui do Mega, sem sombra de dúvidas, é da turma do “eu quero acreditar” — sempre! —, mas você há de concordar que não é fácil defender uma história dessas!