Vamos combinar! Já fazia algum tempo que não circulavam notícias sobre profecias relacionadas com o Fim do Mundo, né? Pois temos uma fresquinha para compartilhar com você. Segundo Ashley Cowie, do site Ancient Origins, tudo começou com a descoberta de uma cobra serpenteando sorrateira pelo Muro das Lamentações, em Jerusalém — réptil que, após ser avistado causou certa comoção, como você pode conferir no vídeo a seguir:

Interpretando sinais

Acontece que a tal cobra acabou espantando uma pomba enquanto estava lá, perambulando entre as pedras da muralha — fato que fez um pessoal se lembrar de uma antiga profecia sobre o Fim dos Tempos. Mais precisamente, segundo Ashley, dois blogueiros israelenses começaram a espalhar um papo de que a fuga do pássaro consiste em um claro sinal de que estamos vivendo tempos perigosos, e que o mal, personificado na serpente do jardim do Éden, faria uma aparição dias antes da chegada do Messias. Confira:

Em outras palavras, esses caras interpretaram a descoberta e captura da pobre cobra como um sinal de que a coisa anda feia e de que não nos restam muitos dias de sossego na Terra, uma vez que a criatura teria espantado uma pomba — animal que, mundo afora, representa a paz. No entanto, em Jerusalém, a ave teria um significado mais profundo...

Conforme acreditam alguns habitantes da cidade santa (os mais supersticiosos, presumivelmente), assim como a pomba se encontra segura em seu abrigo entre as pedras do Monte do Templo, onde fica o Muro das Lamentações, os judeus estarão protegidos pelos mandamentos presentes na Torá. Entretanto, a fuga da ave pode simbolizar que os judeus se afastaram das sagradas escrituras ou que eles se encontram em perigo. Se esse for caso, isso significa que o Messias estaria para chegar à Terra e acabar com a bagunça que armamos por aqui.

JerusalémMonte do Templo (Wikimedia Commons/Andrew Shiva)

Ademais, pouco depois de o incidente entre os dois animais ser testemunhado, parece que uma nuvem de poeira meio misteriosa surgiu do complexo do Templo e chegou a encobrir o Domo da Rocha — uma mesquita que fica no local — por vários minutos. Isso também foi interpretado como um sinal, mais especificamente como um alerta de que estariam rolando tretas no plano espiritual.

Domo da RochaDomo da Rocha (Wikimedia Commons/idobi)

Obviamente, apesar de algumas pessoas terem ficado bem assustadas com essa história de profecia sobre o fim dos tempos, a maioria apontou que o fato de a pomba ter fugido da cobra não tem nada a ver com a vinda do Messias, mas simples instinto de sobrevivência — ainda que a cena tenha se desenrolado em um dos locais mais sagrados em existência tanto para o judaísmo quanto para o cristianismo e o islamismo. Sobre a nuvem de poeira, nem precisamos falar que o clima em Jerusalém é predominantemente seco, né? E você, caro leitor, o que opina?

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!