A complexidade do funcionamento do cérebro humano é um dos fatores responsáveis pela dificuldade de compreender como nosso órgão pensante trabalha exatamente. Ao longo da História, a ciência vem descobrindo novas facetas e, à medida que essas descobertas surgem, alguns mitos são derrubados – o que não significa que deixamos de acreditar neles. Conheça alguns desses mitos a seguir:

1 – Não usamos apenas 10% da nossa capacidade cerebral

A verdade é que diferentes partes cerebrais são mais usadas ao longo do dia, mas não há evidências de que apenas 10% de nossa capacidade cerebral é utilizada de cada vez.

2 – Pessoas cegas não têm os outros sentidos mais desenvolvidos

Elas aprendem, sim, a usá-los com mais eficiência, mas isso não significa que a falta da visão aumenta a capacidade de uso dos outros sentidos.

3 – Psicologia é ciência, sim

Ainda tem gente que entende os estudos a respeito do comportamento humano como algo relacionado ao senso comum ou a algum tipo de misticismo. Psicologia é ciência, gente!

Valeu, cérebro!

4 – Bebês recém-nascidos não se sentem bem apenas se são cuidados por suas mães

Essa é polêmica, a gente sabe, mas a verdade é que durante os três primeiros meses de vida, os bebês se adaptam aos cuidados de qualquer pessoa.

5 – Os lados do cérebro não trabalham separadamente

Aquela história de que alguém é comandado pelo lado direito ou pelo esquerdo do cérebro é balela. Até existe uma diferença de intensidade de atividade, mas ninguém é controlado por apenas um dos lados.

6 – Não há relação entre a escrita manual e traços de personalidade

A forma como você escreve diz algumas coisas a seu respeito, mas não sobre a sua personalidade, que é uma identidade comportamental muito mais complexa.

7 – O poder da mente não pode curar o câncer

De fato, pensar positivamente auxilia no processo de cura de muitas doenças, mas não do câncer.

8 – Cérebros maiores não são os mais inteligentes

Não importa o tamanho, mas a forma como é usado. Essa máxima vale para várias coisas.

***

Qual característica do cérebro humano mais intriga você? Comente no Fórum do Mega Curioso