Até aonde você iria para recuperar seu smartphone? E para resgatar um telefone que nem é seu? Um cara na Noruega entrou em uma privada pública para salvar o celular de um amigo, mas não conseguiu sair de lá! O jovem Cato Berntsen Larsen, de 20 anos, explica que entrar no ambiente imundo foi fácil, difícil foi sair.

“Eu estava lá há uma hora e fiquei em pânico”, contou ele após ser resgatado pelos bombeiros de Drammen, que fica a 40 km de Oslo, capital do país. Larsen também conta que sentiu animais rastejando sobre o seu corpo, algo que fez seu desespero aumentar ainda mais. A primeira tentativa de resgate do aparelho telefônico foi através de uma vara, mas foi impossível conseguir “pescar” o celular. “Como isso não funcionou, eu pulei”, conta Larsen.

Para piorar, a latrina é esvaziada apenas uma vez por ano, então você pode imaginar no cheirinho desgraçado que estava no recinto. Tina Brock, porta-voz do corpo de bombeiros, disse que o resgate foi bastante fácil, apesar de completamente inusitado. “Enviamos quatro homens com uma serra elétrica e cortamos a parte da frente do vaso sanitário, que era feito de plástico”, explicou. E o pior de tudo é que o smartphone não foi recuperado.

O norueguês Cato Larsen, de 20 anos, ficou preso em vaso sanitário público enquanto tentava resgatar celular de amigo

Segundo ele, foi superfácil entrar no lugar nojento, mas impossível de sair

Os bombeiros de Drammen, a 40 km de Oslo, atenderam ao pedido inusitado

Eles levaram uma serra elétrica para resgatar o azarado

Latrina ficou destruída para poder retirar o homem lá de dentro

E o celular, no fim das contas, não foi recuperado