Fatalidades podem acontecer em qualquer lugar, não é verdade? Até mesmo nos restaurantes de fast food mais conhecidos do mundo. Vendo vários acidentes envolvendo essas redes, a turma do site List Verse resolveu reunir as ocorrências de mortes mais estranhas nessa área. Vale ressaltar que nenhuma foi causada pelas opções alimentares dos lugares.

A maioria aconteceu dentro ou no estacionamento dos restaurantes das redes de fast food, sendo que apenas uma morte da lista ocorreu em uma fábrica de chocolate.

Todas tiveram um fim trágico, mas serviram de alerta para as empresas darem mais atenção à segurança, além de corrigirem problemas de manutenção que podem causar graves acidentes. Algumas, porém, foram causadas pela imprudência ou desatenção das pessoas, que nem imaginavam o que poderia acontecer. Confira abaixo:

1 – Placa assassina

Uma mulher da cidade de North Platte, no Nebraska, morreu quando foi atingida em cheio por uma placa gigante da rede Taco Bell (na imagem grande acima).

Diana Durre, de 49 anos, estava com seu marido dentro de sua caminhonete no estacionamento de um dos restaurantes da rede quando rajadas de ventos fortes atingiram o local, fazendo a placa de 23 metros de altura despencar sobre o veículo. O marido sofreu apenas ferimentos leves, enquanto seus cães, que estavam na parte de trás da caminhonete, saíram ilesos.

2 –  Morte no chocolate

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Essa é a única ocorrência da lista que não está relacionada a uma rede de fast food, mas sim a uma fábrica de chocolates, onde ocorreu um fato trágico e curioso. Qualquer semelhança com o filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate” é mera coincidência, considerando ainda que o resultado não é nada engraçado.

Em 2009, o operário Vincent Smith Jr. caiu em um tanque gigante de chocolate quente e foi morto ao ser atingido por uma das hélices de mistura. O acidente aconteceu na fábrica de chocolate Lyons & Sons, na Pensilvânia, enquanto Vincent caiu de uma plataforma durante o carregamento do alimento sólido para um enorme tonel de fusão. Seus colegas de trabalho não tiveram tempo de salvá-lo.

3 – Fim gelado

Fonte da imagem: Reprodução/US Cooler

Esse entrou numa fria para nunca mais sair. Em 2011, um homem foi encontrado morto dentro de um frigorífico do Taco Bell, em Spokane, Washington (EUA).

De acordo com os relatos dos funcionários, o homem de 42 anos de idade entrou no refrigerador e se trancou lá dentro. Entretanto, sua morte foi particularmente estranha, pois não havia sinais de violência ou trauma no corpo, mas ele também não parecia ter morrido devido à exposição ao frio. O motivo se tornou um mistério por lá.

4 – Atingida pelo carro

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Nervosa por ter batido em outro carro no estacionamento de um dos restaurantes da rede Burger King em Miami, uma mulher saiu de seu veículo para verificar o estrago que havia feito na parte da trás. No entanto, o carro se movimentou enquanto ela conferia os danos, pois ela o deixou engatado na marcha ré e com a porta aberta, que a atingiu violentamente. Segundo as autoridades, ela morreu no local.

5 – Vazamento de dióxido de carbono

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Uma mulher de 80 anos foi encontrada desacordada e não resistiu à intoxicação de um vazamento de CO2 causado por uma mangueira (usada para a carbonatação do gás) de uma das máquinas de refrigerante da rede McDonald’s, no estado da Georgia, nos Estados Unidos. O vazamento de dióxido de carbono gerou um acúmulo perigoso, causando ainda a intoxicação de mais dez pessoas.

6 – Soco mortal

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Uma briga dentro de um Burger King da cidade de Detroit resultou na morte de um homem com apenas um soco fatal. Em 2010, um sem-teto de 67 anos entrou no restaurante da rede e começou a arranjar confusão, ameaçando perfurar os funcionários com uma faca. Um dos trabalhadores foi tentar se defender e o atingiu com um único soco, que o matou instantaneamente.

7 – Má conduta

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

No final de 2012, um homem embriagado foi atropelado por um carro na frente de um Taco Bell de Ohio (EUA). Ele havia sido detido por dois policiais e depois solto ainda em condições de embriaguez no estacionamento do restaurante.

O que foi descoberto — de acordo com um vídeo da viatura — é que, após soltarem o homem sem os procedimentos necessários, os dois policiais estavam fazendo piadas sobre o estado cambaleante dele, quando o homem foi atingido por um carro e morreu. Ambos os policiais foram considerados culpados e receberam multas por abandono de função.

8 – Brinquedo infeliz

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

O lanchinho aparentemente feliz pode guardar surpresas desagradáveis ou até mesmo fatais. Um fato trágico aconteceu em 1999, quando um bebê morreu sufocado devido a um pequeno brinquedo da coleção Pokemon do Burger King. O "Pokeball" cobriu a passagem de ar na boca e nariz do bebê de um ano, impedindo-o de respirar. Como resultado, a empresa foi forçada a recolher mais de 25 milhões de Pokeballs, tornando-se um dos recalls de produtos mais caros da história.

9 - Hambúrguer até o fim

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

David S. Kime Jr. morreu aos 88 anos depois de comer Burger King toda a sua vida. Apesar disso, não se sabe exatamente qual foi a causa de sua morte. O interessante foi mesmo o seu funeral: como uma homenagem ao seu amor pela rede de fast food, antes de morrer ele pediu que seu funeral fosse patrocinado por um convidado especial, o Burger King.

O homem era tão fã do Whopper Jr. e tão conhecido no Burger King de sua vizinhança que o restaurante fez 40 sanduíches para o funeral, além de um para ser colocado junto ao corpo no caixão. Sobre o cliente, o gerente da rede falou: “É bom saber que ele era um cliente fiel até o fim". Bonito isso, não?

10 – Cumprindo a meta

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Uma filial croata da rede McDonald’s ganhou as notícias dos jornais quando os seus funcionários continuaram a atender normalmente depois de uma cliente passar mal e cair morta no chão na frente do caixa.

Foi relatado que um guardanapo branco foi colocado no rosto da mulher, após tentativas frustradas de reanimação. Em seguida, o corpo foi arrastado para um canto e a equipe do restaurante continuou a preparar e servir comida para os outros clientes. O corpo ficou por uma hora e meia no restaurante até o carro do IML local chegar.