Se você é uma daquelas pessoas que adora comer um biscoitinho da sorte crocante e depois se divertir com as mensagens que ele carrega, pode se interessar em como eles são produzidos. Considerados como pequenos “brindes” entregues pelos deliveries e restaurantes de comida chinesa, os biscoitinhos da sorte, na verdade, não tiveram origem na China.

Sploid

O seu surgimento real é um pouco controverso, mas alguns pesquisadores encontraram indícios de que o biscoito foi criado por confeiteiros japoneses que migraram para os Estados Unidos no início do século 20, mais precisamente na região da Califórnia. Esse biscoitinho tem basicamente açúcar, farinha, água, gordura e corante em sua massa para alcançar o tom dourado.

Mas, como ele fica com aquela forma de conchinha (ou parecido com o capeletti)? Você pode conferir essa questão no vídeo abaixo, que mostra também como é a mistura dos ingredientes, o processo de assar e, por fim, como são colocadas as pequenas mensagens com a dobradura da massa.  (O vídeo está em inglês).