Segundo divulgado pela polícia de Georgia no último domingo (12), nos Estados Unidos, uma mulher de 74 anos foi baleada nas costas pelo seu genro. A história, apesar de trágica, não teve nenhuma motivação passional e foi na verdade um acidente.

Larry McElroy, 54 anos, disparou sua pistola 9mm com o objetivo de matar um tatu. O animal foi atingido, mas sua dura carapaça fez com que o projétil ricocheteasse e acertasse as costas da sogra do atirador, que estava a mais de 90 metros do local.

Por sorte, o ferimento não foi fatal, já que a bala perdeu bastante energia ao penetrar pela porta da casa. Segundo o investigador de Lee County, o xerife Bill Smith, a idosa estava andando sozinha e conversando normalmente depois do ocorrido. O policial também disse que é mais seguro usar armadilhas para capturar os animais ou então atirar com espingardas.

Via EmResumo