Em 1977, foi lançado nos EUA o “primeiro boneco gay do mundo”. Criado por Harvey Rosenberg, o Gay Bob vinha dentro de uma caixa em formato de armário, usava brinco na orelha e era anatomicamente correto – ele tinha um “pipi” bem fiel.

O manual que acompanhava o brinquedo descrevia por que o Gay Bob vinha em um armário:

“Oi meninos, meninas e adultos... Eu sou o Gay Bob, o primeiro boneco gay do mundo. Eu aposto que você está se perguntando o porquê de eu vir embalado em um armário. ‘Sair do armário’ é uma expressão que significa admitir a verdade sobre si mesmo e não ter mais vergonha de quem você é. Os gays usam a expressão ‘sair do armário’ para explicar que eles não têm mais medo e nem vergonha de ser gay, e não vão mais esconder esse fato”.

Um artigo da revista Associetad Press descreveu o Gay Bob, em 1978, como uma mistura dos atores Paul Newman e Robert Redford. Lançado há quase quatro décadas, o Gay Bob era vendido a US$ 19,50. Ou você poderia desembolsar a bagatela de US$ 35 e levar para casa dois bonecos! Confira um anúncio da época:

Anúncio dos anos 70 mostrando o lançamento do Gay Bob

Hoje em dia, é possível encontrar esses bonecos à venda em sites como o eBay por cerca de US$ 120 (ou mais de R$ 350). O Gay Bob foi um marco na indústria de brinquedos – e do próprio movimento LGBT. Após ele, diversos outros bonecos gays foram lançados; e a maioria com a anatomia correta. “Sai pra lá, Barbie e Ken”, dizia o anúncio do Gay Bob. Sai pra lá, mesmo! O lance aqui é visibilidade e inclusão!

O manual do brinquedo ainda ensinava: “Não é fácil ser honesto sobre quem você é – de fato, é preciso uma grande dose de coragem. Mas lembre-se: se Gay Bob tem a coragem de sair de seu armário, você também pode”. Fica a dica!

Veja mais fotos do Gay Bob:

Via EmResumo