Pense nesta situação hipotética: você é um estudante empenhado de engenharia, com um talento único para criar. As ideias borbulham na sua cabeça e, depois de muito pensar e ponderar, você criou um projeto incrível e inovador.

Só tem um grande problema em tudo isso: você não tem dinheiro suficiente para bancar a ideia. O que fazer? Abandonar a ideia não é o melhor caminho. E se você pudesse apresentar a sua criação para pessoas interessadas em investir financeiramente no projeto? Seria ótimo, não?

É mais ou menos assim que funciona um financiamento coletivo: pessoas com boas ideias recebem apoio de outras pessoas – que podem doar muito ou pouco dinheiro, o importante é colaborar.

Porém, com a popularidade do “crowdfunding”, várias outras pessoas de diferentes segmentos começaram a usar a estratégia. Músicos, atores, personalidades: todos têm um projeto que precisa de um belo pontapé inicial.

Apesar de terem causado polêmica nesta semana, Bel Pesce e Léo do MasterChef não foram os primeiros famosos a recorrer a essa tática para levantar uma graninha. Conheça outras personalidades que se deram bem – ou não – com o financiamento:

6. Elza Soares arrecadou até agora R$ 37.905 para a gravação do novo DVD

Elza Soares

5. Chimarruts – R$ 51.939

Chimarruts

4. Lobão – R$ 97.693 arrecadados para a gravação de um novo CD

Lobão

3. Raimundos – R$ 123.278 também para novo CD

Raimundos

2. James Franco arrecadou R$ 1.062.528 para fazer uma adaptação de seu primeiro livro, “Palo Alto”

James Franco

1. Rob Thomas, criador da série “Veronica Mars” – R$ 18.589.018

Rob Thomas

Além do crowdfunding, ainda existem doações organizadas pelos próprios fãs:

O que você acha destas campanhas? Participaria de alguma maneira?