A artista Marina Abramovic deu uma entrevista polêmica ao jornal alemão “Tagesspiegel”, na qual dizia que a maternidade pode ser um desastre para a carreira e arruinar a criatividade, já que é preciso dividir a sua energia com outro ser.

Em resposta, Hein Koh, artista do Brooklyn, Estados Unidos, resolveu postar uma foto amamentando seus bebês gêmeos e uma mensagem:

Hein Koh e os gêmeos

“Marina pensa que crianças podem impedir uma mulher de voltar para o mundo da arte. Todos sabem que essa é a visão dela, mas isso não é uma verdade absoluta. O fato de me tornar mãe me ajudou a ser uma artista melhor. Eu aprendi a ser extremamente eficiente em relação ao meu tempo, priorizando o que é importante e deixando de lado o que não é. Eu aprendi a funcionar (mesmo que mal) dormindo pouco, em meio ao caos e, assim, uma inundação de novas emoções entraram em meu trabalho, tornando-o mais interessante e em camadas.

Eu também não estou dizendo que os artistas que têm filhos são melhores que os que não são pais, ou que a escolha de não ser mãe vai lhe tirar o acesso a essas experiências de aprendizagem. O que quero dizer é que a maternidade é como qualquer outro desafio na vida – o maior da minha até agora –, e que, se você o abraçar, pode descobrir soluções criativas e até mesmo ser uma pessoa melhor. É importante pensar sobre as maneiras como esses desafios podem ajudá-la a seguir em frente em vez de te parar”.  

 Hein Koh e os gêmeos

Como a maternidade mudou a sua relação com a carreira?