A agência brasileira Giovanni+Draftfcb resolveu apostar na polêmica na nova campanha de publicidade que criou para a marca Hope de lingerie e utilizou imagens de políticos desenhados nos seios de modelos para vender sutiã.

Com o slogan “esquerda e direita juntas”, a campanha coloca figuras antagônicas como George W. Bush e Hugo Chávez, Ronald Reagan e Fidel Castro e Margaret Tatcher e Che Guevara unidas lado a lado graças ao sutiã da marca.

A ideia da campanha é sugerir às consumidoras que, se a Hope consegue unir inimigos públicos como esses, o sutiã da marca pode fazer o mesmo pelos seus seios.

Fonte da imagem: Reprodução/Giovanni+Draftfcb

Histórico de case publicitário

Essa não é a primeira vez que a Hope se vê envolvida em uma campanha polêmica e provocante. Todo mundo lembra os comerciais da marca com a supermodelo Gisele Bündchen, em 2011, que ensinava às mulheres como dar uma notícia ruim aos seus maridos, usando o charme, a beleza e, claro, as peças de lingerie.

Nem sempre as campanhas publicitárias são bem aceitas pelo público, e geralmente as que brincam com a sensualidade do corpo feminino acabam gerando discussões e podem até mesmo ser suspensas pelos órgãos reguladores.

Será que a nova proposta da Hope é de bom gosto? O que você achou das imagens: apelativas ou criativas?