Um novo produto que promete curar a homossexualidade foi removido das prateleiras de uma loja em Gimli, província de Manitoba, no Canadá, depois que alguns pais expressaram sua indignação com a venda do artigo.

O produto consistia em balas que receberam o nome de “Gay Away” e estavam dispostas junto com outros itens engraçados utilizados para pregar peças. A embalagem trazia slogans como “cura a homossexualidade” e “diminui os impulsos de mau comportamento” e continha 10 “pílulas”.

De acordo com a CBC News, um pai, que não quis se identificar, disse que sua filha de 12 anos trouxe uma unidade de Gay Away para casa porque ela tinha duvidas sobre do que se tratava o produto. Outros moradores da cidade consideraram o artigo ofensivo e disseram que ele pode enviar uma mensagem negativa para a comunidade gay.

Fonte da imagem: Reprodução/CBC News

Já Rachelle Mistelbacher, a dona da loja que comercializava as balas, declarou que retirou o produto da prateleira depois de receber algumas ligações de pais preocupados. A empresária pediu desculpas e assumiu que cometeu um erro.

Laughrat, a empresa de Toronto que é responsável pelo produto, não retornou as ligações. Em um email, a empresa respondeu à CBC News que o criador de Gay Away acredita “que se trata de um produto a favor dos gays”.

“A inspiração para esse produto nasceu fora da ignorância das organizações religiosas e outros [setores] da sociedade que sugeriram que a homossexualidade era ‘uma doença ou condição curável’ e um estilo de vida”, é o que diz um trecho do email.

A empresa – que é especializada na produção “pílulas divertidas para todas as ocasiões” – informou ainda que centenas de unidades de Gay Away foram vendidas na América do Norte desde 2008.