Na última semana, publicamos uma matéria sobre um bilhete polêmico enviado pela coordenadora de uma escola. Nele, a educadora pedia à mãe de duas crianças negras para que o cabelo de ambas fosse cortado.

Poucos dias depois, outra notícia teve repercussão imediata na internet: uma mãe compartilhou a foto de sua filha lanchando sozinha em uma mesa, enquanto outras crianças sorriam juntas na mesa ao lado.

Mãe ficou revoltada com a situação

O registro foi feito em uma pré-escola da Província de Gauteng, na África do Sul, e enviado para a mãe da menina de apenas 1 ano e 7 meses.

Mosinyi Wanatsha ficou indignada com a situação e fez um desabafo no Facebook sobre o racismo. Ela revelou que já viveu em três continentes diferentes e nunca havia passado por nada igual:

"Embora cada país tenha seus desafios, nada te prepara o suficiente para uma experiência tão horrível como a que foi retratada nessa foto. Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. Para mim, essa falou palavras mais horríveis e prejudiciais do que já experimentei em meus 34 anos de vida e nos três continentes em que já residi", diz Mosinyi.

Mosinyi buscou a filha na escola e disse que ela não estuda mais lá.

Em resposta, o diretor da escola explicou que havia oito alunos no pátio e que, no momento da foto, o coleguinha que estava com a menina saiu por estar chorando.