Não é só aqui no Brasil que a esposa de Michel Temer é manchete. Esta semana, Matt Roper, correspondente internacional do portal britânico de notícias Daily Mail, também publicou uma extensa matéria sobre Marcela Temer e comparou a esposa do presidente em exercício com Maria Antonieta, a antiga rainha francesa famosa por seu estilo de vida extravagante.

Segundo Matt, Marcela é do tipo de mulher que consegue tudo o que quer — e insiste em ter apenas tudo do bom e do melhor. O britânico explicou que a “primeira-dama interina” vem sendo duramente criticada por parte da população por simbolizar a desigualdade social do país e foi acusada de se recusar de abrir mão de sua vida de luxo e pompa apesar da recessão que aflige o país.

Opulência

De acordo com a reportagem, em 2011, quando Michel Temer assumiu o cargo de vice-presidente e recebeu as chaves do Palácio do Jaburu, residência oficial do segundo na linha sucessória da pesidência, Marcela teria exigido que uma reforma milionária fosse conduzida no local — tudo pago com dinheiro público.

Palácio do Jaburu

Marcela permaneceu na residência do casal em São Paulo — avaliada, segundo Matt, em £ 2 milhões, equivalentes a pouco menos de R$ 10,5 milhões — durante as obras e, depois de se mudar para Brasília, insistiu para que sua mãe e irmã também fossem para a capital do país.

Aliás, para acomodar a sogra e a cunhada, Michel Temer teria comprado uma casa de cinco quartos avaliada em £ 1,5 milhão (ou perto de R$ 8 milhões) e alugado uma segunda residência de quatro quartos cujo valor do aluguel ronda os R$ 25 mil. Além disso, apesar de a família Temer apenas ir a São Paulo em finais de semana esporádicos, um verdadeiro batalhão de funcionários seria mantido para cuidar da casa na capital paulista.

Marcela, a Bela

Ainda de acordo com a matéria, os Temer alugaram uma casa de apoio próxima à sua residência de São Paulo — “equipada” com 52 funcionários, incluindo um time de guarda-costas de elite —, tudo ao custo de £ 20 mil (aproximadamente R$ 100 mil) por mês, também pagos pelo bolso do contribuinte.

Bela, recatada, do lar e esbanjadora

Matt do Daily Mail afirma que, depois de Marcela se mudar para Brasília, os gastos no Palácio dispararam. A família conta com quatro funcionárias que se dedicam exclusivamente a lavar e passar para os Temer, além de uma babá, cozinheira, e duas empregadas. Como se fosse pouco, Marcela ainda teria a ajuda da mãe e da irmã para cuidar de Michelzinho — que tem 7 anos de idade.

Marcela e Michelzinho

Mas a primeira-dama não contaria com a presença da mãe e da irmã para auxiliá-la com os cuidados do filho. As três seriam vistas com frequência fazendo compras nos shoppings da cidade e costumavam ser frequentadoras assíduas de clínicas de estética.

Aparentemente, muitos dos tratamentos agora seriam realizados a domicílio por um time de profissionais que inclui manicures, cabeleireiros, nutricionistas, dermatologistas, personal trainers etc. Até os passeios de Thor, o golden retriever do casal, teriam sido delegados aos funcionários da primeira-dama.

A foto acima teria sido clicada durante uma viagem aos EUA para celebrar o Dia das Crianças

A reportagem apontou ainda que as mulheres fazem viagens de compras frequentes aos EUA, sempre em primeira classe, e que Marcela costuma fechar restaurantes de luxo para jantar tranquilamente com o vice-presidente. Tudo isso, segundo o Daily Mail, em meio aos anúncios de Temer de que os gastos públicos precisam ser cortados — e suspeitas de que ele também estaria envolvido em casos de corrupção.

***

É importante destacar que a reportagem do Daily Mail não divulgou fontes ou documentos oficiais que comprovem as alegações que mencionamos acima, portanto as informações valem apenas para ilustrar qual é a imagem que o vice-presidente e sua família têm para alguns veículos de fora do Brasil.

Qual é a sua esperança com respeito ao governo do presidente interino Michel Temer? Comente no Fórum do Mega Curioso