Uma data especial dificilmente é passada em branco, e com o Dia dos Namorados não é diferente. No Brasil, ele é comemorado em 12 de junho – mas, ao contrário do caráter religioso seguido por diversos países, inspirados pela história de São Valentim, bispo da Igreja Católica executado após ter se apaixonado, por aqui, a criação da comemoração teve um propósito comercial.

A ideia veio do publicitário João Dória, pai do atual governador de São Paulo, visando melhorar o resultado das vendas na capital do estado nesse mês. Considerado fraco e marcado pelo desaquecimento do comércio, o período carecia de algo próprio que levasse consumidores às lojas para presentear alguém querido.

Dia dos Namorados surgiu no Brasil em 1948.Dia dos Namorados surgiu no Brasil em 1948.

Então, em 1948, à frente da agência Standart Propaganda e contratado pela loja Exposição Clipper, Dória teve a missão de criar uma campanha única. Decidiu utilizar o dia 12 por ser a véspera da celebração de Santo Antônio, conhecido por sua fama de casamenteiro, e apresentou o que seria o primeiro anúncio de Dia dos Namorados tupiniquim.

“Não é só com beijos que se prova o amor!”

Claro que a data pegou – afinal, é comemorada até hoje. Apenas no ano seguinte é que ela se espalhou por outras regiões, chegando a se tornar um costume nacional. Seus slogans iniciais diziam que “Não é só com beijos que se prova o amor!”, além de “Não se esqueçam: amor com amor se paga”, sendo considerada a melhor ação do ano pela Associação Paulista de Propaganda.

O sucesso com o passar dos anos se tornou tão grande que a média do faturamento do dia romântico já chega perto de R$ 1,5 bilhão atualmente, ficando apenas atrás do Natal e do Dia das Mães. Infelizmente, devido à pandemia, muita coisa vai ser diferente neste ano e fica difícil saber o que dar no Dia dos Namorados.

Uma pesquisa de intenção de consumo para a datas, realizada no Mato Grosso do Sul, por exemplo, aponta que sejam movimentados R$ 100,61 milhões na economia local, sendo R$ 72,62 milhões com presentes e R$ 27,99 milhões com comemorações – uma queda de 43% na comparação com 2019. Por outro lado, compras pela internet serão o grande diferencial de 2020.

Ação comercial se tornou data de comemoração nacional.Ação comercial se tornou data de comemoração nacional.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), os consumidores compraram 30% mais na internet em abril na comparação com março, sendo que ao menos 4 milhões de novos consumidores se renderam ao e-commerce. Logo, gigantes do comércio estão voltando todas as suas atenções para aprimorar a experiência  virtual do cliente, além, é claro, dos empreendedores menores: a entidade estima que 80 mil novas lojas online tenham sido lançadas desde março.

O que comprar no Dia dos Namorados?

E você, como vai comemorar? Estar longe fisicamente não significa estar ausente. Então, se não souber o que dar no Dia dos Namorados para a pessoa amada, pegue o endereço completo dela, escolha sua loja favorita e dê uma chance à internet. Não deixe de expressar seu afeto ao mesmo tempo em que todos se cuidam.

Aí, depois é só pegar o celular para fazer uma videochamada e demonstrar o seu carinho com a criatividade que só vocês são capazes de demonstrar um pelo outro. Feliz Dia dos Namorados!

Por que Dia dos Namorados é em 12 de junho? via TecMundo