Campanhas de moda geralmente exibem modelos que, ainda que lindas, têm suas imagens insistentemente retocadas pelo Photoshop para que fiquem “perfeitas”. Indo contra essa corrente, a marca Lane Bryant resolveu divulgar uma imagem belíssima da modelo Denise Bidot de biquíni, com suas curvas e estrias à mostra.

Desde a sua divulgação, a campanha se tornou viral por abordar a temática “não existe um jeito errado de ser uma mulher” – convenhamos: estrias são marcas mais do que comuns e seria muito mais fácil aceitá-las do que odiá-las e/ou retocá-las com editores de imagem.

Ainda que as estrias da modelo tenham sido comentadas, a Lane Bryant em si não falou qualquer coisa a respeito delas. “Nós da Lane Bryant simplesmente acreditamos que todas as mulheres deveriam ser vistas e celebradas como são. A sociedade e a mídia projetam continuamente um padrão de corpo e de beleza irrealista e, francamente, ultrapassado”, declarou o diretor de marketing da marca, Brian Beitler, ao The Huffington Post.

Em sua conta no Instagram, Bidot também divulgou a foto e agradeceu pela oportunidade de mostrar e amar seu corpo com as estrias que tem. Você não acha que está mais do que na hora de abraçarmos esse tipo de iniciativa também ou prefere usar como padrão de beleza as imagens fortemente editadas que estampam capas de revistas?