O Índice de Qualidade do Ar – ou AQI, na sigla em inglês – mede a quantidade de poluição na atmosfera. Quanto menor esse valor, melhor o ar respirável. Valores abaixo de 50 são considerados ideais – clicando neste link, você pode ver o índice global em diversas cidades do mundo. Em Nova Déli, na Índia, esse valor chegou a exorbitantes 980 AQI na madrugada desta quinta-feira (8), mas não é o pior cenário, já que no momento da redação desta matéria, o nível marca a 999 em alguns bairros da capital indiana, que marca pouco mais de 00h20 de sexta-feira (9) no horário local.

Qualquer valor acima de 300 já é considerado tóxico, portanto o ar da capital indiana estava em uma situação crítica. Apesar de ser uma megalópole bastante poluída, já que conta com quase 22 milhões de habitantes, sendo uma das mais populosas do mundo, o caso desta semana tem a ver com comemorações do Diwali, o Festival das Luzes.

deliNova Déli amanheceu com uma espessa camada de fumaça

Essa é uma das maiores tradições do calendário hindu, na qual as pessoas celebram a sua cultura e os relacionamentos dos homens com o resto do mundo. Neste ano, a população desrespeitou o período de apenas duas horas destinadas a fogos de artifício e fez com que a fumaça torna-se o ar extremamente tóxico. A “qualidade” do ar chega a ser 10 vezes pior do que a de Pequim, na China, onde estão as cidades mais poluídas do planeta.

Curiosamente, esse não é o pior cenário já registrado em Nova Déli: no ano passado, também nas comemorações do Diwali, uma das manhãs começou com um AQI de 1000. Anualmente, cerca de 1 milhão de indianos morre em decorrência de complicações respiratórias por causa da poluição.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!