Vista como a grande superpotência econômica mundial do futuro, a China já se destaca bastante no mundo dos negócios e na indústria. Em compensação, a numerosa população local começa a sentir na pele os efeitos colaterais desse rápido crescimento. Estudos recentes revelam que a altura média dos cidadãos vem crescendo conforme os chineses vão ficando mais ricos. Infelizmente, a mesma pesquisa indica que isso também anda fazendo com que os habitantes engordem em uma proporção semelhante.

Os números publicados pelo site People’s Daily Online mostram a média de altura dos homens no país saltou para 1,67 metro enquanto as mulheres ficaram em cerca de 1,56 metro – ajudando os habitantes da China a chegarem mais perto do que se encontra nos vizinhos Coreia do Sul e Japão. Os mais jovens, entre seis e 17 anos, encabeçam a lista de crescimento, com os meninos ficando até 2,54 centímetros mais altos e as garotas chegando a um valor pouco abaixo desse.

A preocupação, porém, são com os números referentes ao peso da população da república asiática, já que eles passam dados preocupantes. Ao menos um terço dos adultos da região sofrem com excesso de peso e cerca de 12% de todos os chineses estão obesos. Mais uma vez, os mais novinhos contribuíram bastante para influenciar a balança nesse quesito – com uma a cada dez crianças ficando acima do peso. No geral, as mulheres anotaram um aumento de 2,7 quilos, ao passo que os homens ganharam 3,6 quilos ao longo dos últimos dez anos.

Para Wang Guoqiang, vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde e Planejamento Familiar, o problema tem origem nos hábitos da população e na mudança brusca na alimentação. “Cigarros, consumo excessivo de álcool, poucos exercícios físicos e uma dieta nada saudável – com alto consumo de sal e gordura – são os principais fatores de risco que ativam e pioram doenças crônicas”, informou. Ele diz ainda que a rápida transformação econômica e social da China está afetando consideravelmente os cidadãos, “causando um impacto na sua saúde”.

Via Em Resumo.