O sexo é uma condição extremamente natural ao ser humano, e igualmente natural é pensar sobre o assunto, ainda que isso possa ser encarado como um tabu por muitas pessoas. Se você está entre os que se sentem culpados pelos pensamentos mais apimentados, saiba que eles podem fazer bem à sua memória.

A relação entre uma coisa e outra foi elaborada por Ed Cooke, especialista em questões de memória e autor do livro “Remember, Remember: Learn the Stuff you Thought you Never Could”, que dá dicas de aprendizagem e memorização.

De acordo com o autor, a dica para se lembrar de uma informação importante é simplesmente pensar em situações sexualmente estimulantes. Segundo Cooke, relacionar uma fantasia sexual com alguma informação banal facilita o processo de memorização.

Mentalizando

A explicação para isso é o fato de que pensamentos sexuais tendem a ser carregados emocionalmente e, consequentemente, são memoráveis. “Nudez, coisas consideradas tabus, pessoas extremamente atraentes, coisas que nos intrigam: elas vão chamar sua atenção no mundo, e memórias que têm esses elementos vão ficar guardadas”, explicou o especialista.

A ideia é usar a carga emocional evocada por determinados pensamentos e imagens, de modo que você consiga se lembrar de uma informação importante que, sem esse peso emocional, seria esquecida facilmente. E se você está achando essa lógica estranha, saiba que essa não é apenas uma teoria defendida por Cooke.

De acordo com o pesquisador Dr. James McGaugh, diretor do Centro de Neurobiologia de Aprendizado e Memória da Universidade da Califórnia, apenas um pouquinho de excitação emocional é suficiente para que nos lembremos de alguma informação. E aí, é ou não é uma bela maneira de manter a memória em dia?