1 – É legal tentar coisas novas

“Quando você tenta alguma coisa nova, você relaxa e fica no momento presente. Tente, tente de novo para ver como se sente com a experiência. Passe mais tempo com as sensações que estão sendo prazerosas”, aconselha a terapeuta sexual Megan Fleming.

Inovar é o segredo!

2 – Mostre que você tem iniciativa também

Fleming conta que, muitas vezes, apenas um dos parceiros toma sempre a iniciativa, o que pode provocar uma sensação de vergonha entre o casal. Quando tanto um quanto o outro tomam a iniciativa, o relacionamento sexual fica equilibrado.

=*

3 – O casal deve ir para a cama ao mesmo tempo

Se o casal mora junto, é importante manter o ritual de ir dormir ao mesmo tempo, pois essa também é uma forma de fortificar o relacionamento. Aquelas conversas antes de os dois realmente pegarem no sono também aumentam a intimidade.

<3

4 – Sexo não deve ser visto como obrigação

Em relacionamentos mais longos, nem sempre há o desejo sexual que havia no início, e muitas vezes um dos parceiros – ou os dois! – enxerga o ato sexual como algo que precisa ser feito de vez em quando, não como uma atividade prazerosa de intimidade. Aí, nesses casos, o sexo raramente é considerado satisfatório, e a pior parte é que os casais acabam não se importando com isso.

Obrigação, jamais!

5 – Pornôs são bem-vindos

É verdade que muitos filmes adultos são irreais e até mesmo sem muita criatividade. Alguns casais se sentem desconfortáveis também por assistirem a filmes pornográficos – é quase como se houvesse um ciúme do parceiro ou da parceira que está excitada ao ver a pessoa do vídeo.

O ideal seria que os dois assistissem a esse tipo de filme para aumentar o desejo sexual – e quanto à qualidade das produções, atualmente há muitas pessoas preocupadas em fazer filmes realistas e que enfatizam o prazer real da mulher, por exemplo. Procure por “Erika Lust” e você não vai se arrepender.

Tem coisa boa por aí!

6 – Devemos falar sobre fetiches e fantasias

Isso significa ir além de falar apenas o que se gosta de fazer na cama. Explore fantasias diferentes, conte ao seu parceiro, por exemplo, sobre seu desejo secreto de fazer sexo em público ou de ser dominadora. Essa é uma forma efetiva e divertida de construir intimidade e de provocar excitação.

Todo mundo tem.

7 – Dormir sem roupa é legal

Dormir sem roupa permite que, mesmo sem sexo, você e seu parceiro tenham mais contato de pele, o que é sempre excitante.

É fresquinho!

8 – Não precisamos ter vergonha de falar sobre sexo

Você já faz sexo, então não faz muito sentido ter vergonha de falar a respeito, se analisarmos bem. A questão, aqui, é que casais que estão juntos há muito tempo às vezes brigam quando falam sobre sexo, quando, na verdade, o ideal seria manter uma conversa relaxada, honesta e aberta.

Tem mais é que falar mesmo!

9 – Deve-se entender que fazer sexo não precisa envolver penetração

De vez em quando, é legal ter uma sessão de sexo sem penetração, mas com sexo oral, masturbação, estimulação manual, uso de brinquedinhos sexuais, muitos beijos e muitas preliminares. Só para dar uma variada mesmo.

=)

10 – Dá para agendar um horário para o sexo, sabia?

Parece estranho, mas há casos de casais juntos há muitos anos e que simplesmente não mantêm mais relações sexuais. Nesse sentido, os experts aconselham que marcar uma data é uma boa forma de voltar à ativa. Nesse dia, nada de jantares com amigos, reuniões em família ou qualquer outra programação. Apenas o casal importa, e é importante criar um clima, escolher uma roupa legal, comprar um vinho e permitir que a sensualidade aflore novamente.

E aí é só ser feliz.

***

Você acha que os casais ainda falam muito pouco sobre as próprias preferências sexuais? Comente no Fórum do Mega Curioso