Os leitores do Mega Curioso têm um interesse sombrio por objetos macabros. Pois é. Prova disso é o fato de que já escrevemos sobre eles três vezes – aqui, aqui e aqui – e os textos tiveram centenas de milhares de acessos. Como nossa função é trazer os assuntos que vocês mais gostam, resolvemos retomar as histórias sobre outros objetos malignos. Confira a lista a seguir e depois nos conte qual deles mais assustaria você:

1 – Máscaras da tribo Maori

Os índios Maori, da Nova Zelândia, tinham o costume de cravar e pintar máscaras de madeira antes de participar de algumas batalhas. Se um dos guerreiros acabasse morrendo, a crença era a de que o espírito desse cara continuaria vivo – só que na máscara.

Como todo guerreiro era homem, as máscaras são teoricamente habitadas por espíritos masculinos e, por isso, as mulheres das tribos Maori sempre tiveram muito medo desse objeto.

2 – O exército de Terracotta

Descoberto em 1974, o grupo de soldados chineses que até então estava enterrado é considerado responsável pela desgraça das sete pessoas que ajudaram a encontrar essa preciosidade arqueológica. Deles, um cometeu suicídio e os outros dois morreram muito jovens. Os outros tiveram suas vidas arruinadas por trabalhos pesados e salários miseráveis.

3 – O corpo de 5 mil anos

A imagem acima mostra os restos encontrados em 1991, de um homem que teria vivido há 5 mil anos. Desde que o corpo foi achado, 13 dos homens que estiveram envolvidos na escavação morreram. Coincidência?

4 – O diamante Hope

A joia está atualmente em exposição no Museu Smithsonian, e a história que envolve essa pedra preciosa é muito mais bizarra do que se pode imaginar. Conhecido por ser amaldiçoado, o diamante foi originalmente roubado por um padre que, mais tarde, foi preso e torturado pelo crime cometido.

O mesmo diamante pertenceu também a Jean Babtiste Tefernier, que foi morto por um grupo de cães raivosos. E, sempre que uma nova pessoa se tornava dona do diamante, ela morria de forma trágica.

5 – A safira roxa Delhi

A maldição envolvendo essa joia foi descoberta quando um curador de arte de Londres encontrou a safira enrolada em um bilhete que falava a respeito do lado negro desse adereço luxuoso. Conta a história que, na metade do século XIX, quando a pedra foi originalmente roubada de um templo indiano, a joia passou a trazer problemas de saúde e de dinheiro para quem quer que a possuísse. Você arriscaria?

***

E aí, o que você pensa a respeito desses itens teoricamente amaldiçoados? Você acredita nesse tipo de coisa ou seria do tipo que, se encontrasse um diamante do mal, ficaria com ele mesmo assim? Conte para a gente nos comentários!