Nesta quarta-feira (14), a Nasa divulgou a imagem acima, que mostra um gigantesco buraco coronal no Sol. Ele foi responsável por correntes de ventos solares que produziram intensas auroras boreais na Terra nos últimos dias.

De acordo com o Observatório de Dinâmica Solar da Nasa, as fotos foram capturadas no sábado (10). Nelas, ou no vídeo abaixo, é possível ver uma região mais escura no topo da imagem. Ela mostra um local de baixa densidade na estrela, fazendo com que o campo magnético possa se desprender da superfície do Sol e “viajar” pelo Universo.

Quando esse magnetismo todo chega à Terra, produz as famosas auroras boreais – resultado da sua interação com o oxigênio e com o nitrogênio. Os buracos escuros da imagem solar são justamente das partículas que se desprenderam do astro com uma velocidade gigante.

***

Você já presenciou uma aurora boreal? Sabia que ela é resultado do magnetismo liberado do Sol?